Popular

Edição: 1
Editora: Globo Livros
ISBN: 9788525057808
Ano: 2014
Páginas: 208
Tradutor: Amanda Orlando

Maya nunca foi uma garota popular. Na verdade, ela era a menina invisível da escola. E para completar, os óculos e uma fascinação por Guerra nas estrelas e O senhor dos anéis não ajudavam em nada sua ascensão na escala da popularidade. Só que tudo isso estava prestes a mudar. Um pouco antes do início das aulas, Maya achou na biblioteca de seu pai um exemplar empoeirado de O guia da popularidade de Betty Cornell, um livro escrito por uma ex-modelo adolescente super glamorosa… Da década de 1950!

Apesar das ideias um tanto antiquadas, Maya aceita o desafio proposto pela sua mãe e decide seguir durante todo o ano letivo os conselhos escritos para meninas que podiam ter sido amigas de sua avó. Então a mágica acontece!

Os resultados da experiência de Maya são divertidos, engraçados e emocionantes, sem deixar de lado os micos, as tristezas e as pequenas desilusões que fazem parte da vida de qualquer adolescente. Com bom humor e presença de espírito incansáveis, Maya conquista amigos, muda seu visual e ganha autoconfiança até finalmente descobrir o que realmente significa ser popular.

Popular Dicas vintage para ser uma garota descolada é um diário que une duas adolescentes de décadas aparentemente muito distantes, mas que enfrentam todos os dias os mesmos dilemas. Afinal, sobreviver à escola nunca foi uma tarefa fácil, não importa a época, nem o lugar. Só que agora, além da ajuda clássica de Betty Cornell com suas pérolas, cremes antiacne caseiros e meias de seda, as adolescentes também contam com as experiências hilárias de Maya Van Wagenen, que mostram que é possível ser ao mesmo tempo nerd, glamourosa e ter muitos amigos.

Mesmo antes de ser lançado nos Estados Unidos, Popular já foi considerado um sucesso: a obra já foi vendida para mais de vinte países. Os direitos para a adaptação cinematográfica do livro foram vendidos para a Dreamworks.

proibido

Introdução

Diferente, ousado e muito criativo. Maya escreve Popular, uma autobiografia que começa com um desafio e tanto. Possuindo um guia de 1950, segue a risca os ensinamentos de Betty. Ela não tinha uma vida muito fácil antes do livro e não pense que isso muda instantaneamente. Ela, com a cara e a coragem, se compromete a seguir os ensinamentos durante um ano. Ela tinha 13 anos na época e sua mãe, a sugeriu que criasse um diários sobre isso. Assim, surgiu o famoso Popular. O livro está concorrendo na categoria Memórias e autobiografias do Goodreads Choice Awards. E é claro, ganhou o meu voto.

Sobre Maya Van Wagenen

Maya Van Wagenen

Maya Van Wagenen nasceu em 1999 e Popular é seu livro de estreia. Atualmente, ela vive na Geórgia com os pais e os dois irmãos mais novos. Ela divide seu tempo entre as aulas no ensino médio e a divulgação de seu livro, concedendo entrevistas que já foram veiculadas em revistas e programas de TV comoSeventeen, Cosmopolitan, USA Today, Teen Vogue, Time, Today Show, The Guardian, Huffington Post e Publisher’s Weekly.

Twitter

Edições pelo mundo

18667753 21092956 22856527

Narrativa

A narrativa escrita em primeira pessoa com o tom de diário mesmo, é encantadora. Narrado por meses e datas, Maya explora os ensinamentos e pensamentos que vem adquirindo ao longo dos dias e meses. Sua transformação é notável através das fotos. O que tornou o livro ainda mais interessante. Já que se trata de uma autobiografia, é algo de extrema importância. Maya tem um tom muito divertido, algumas das experiências ela é categórica em dizer que não deram certo. Algumas são tão divertidas que é impossível não sorrir. Suas pequenas conquistas, seja emagrecer ou causar boa impressão são bem comemoradas. É impossível não se encantar e não se identificar com ela em certos pontos. Não todos, claro. Mas são questões que toda garota um dia se questiona ou se motiva a fazer. Pequenos projetos que acabam se tornando grandes diante do tempo. Além disso, da sua mudança física e mental. É possível ver que Maya se torna alguém melhor do que já foi. Ela passa a se relacionar com o mundo de outra forma. Muito mais confiante e determinada, algo que seus poucos amigos, não tinham coragem e a chamavam de louca e corajosa.

Diagramação

O trabalho gráfico está impecável. Gostei muito da edição da Globo livros, pois é recheada de fotos, o guia o qual Maya segue, tem um destaque (em fonte azul). Dicas básicas da Maya também ficam com uma diagramação diferente.

Considerações Finais

Embora eu o tenha lido tarde demais. Gostei muito do livro, pois ele faz refletir até os que já saíram dessa fase difícil da adolescência e os apelidos e provocações diárias. O livro fez tanto sucesso que chamou a atenção do diretor, Steven Spielberg, que o quer adaptar ao cinema. Acho que o livro dá um bom filme, se feito com a proposta original do livro de auto-biografia, ficará bem interessante. Ou será apenas mais um filme “adolescentóide” do qual estamos cansadas de ver. A Dreamworks já comprou os direitos. Ainda não se tem data da produção e nem quando chegará aos cinemas. Eu só espero que seja em breve ♥.