Mundo Novo

ISBN: 9788565765473
Ano: 2014 / Páginas: 328
Idioma: português
Editora: Seguinte

Neste mundo novo, só restaram os adolescentes e a sobrevivência da humanidade está em suas mãos.
Imagine uma Nova York em que animais selvagens vivem soltos no Central Park, a Grand Central Station virou um enorme mercado e há gangues inimigas por toda a parte. É nesse cenário que vivem Jeff e Donna, dois jovens sobreviventes da propagação de um vírus que dizimou toda a humanidade, menos os adolescentes.
Forçados a deixar para trás a segurança de sua tribo para encontrar pistas que possam trazer respostas sobre o que aconteceu, Jeff, Donna e mais três amigos terão de desbravar um mundo totalmente novo. Enquanto isso, Jeff tenta criar coragem para se declarar para Donna, e a garota luta para entender seus próprios sentimentos – afinal, conforme os dias passam, a adolescência vai ficando para trás e a Doença está cada vez mais próxima.

Introdução

Em Mundo Novo, uma doença matou todos os adultos e crianças da Terra. Somente os adolescentes sobreviveram a esse caos. O motivo é descoberto depois. Os meios de comunicação não existem mais, nada de energia elétrica, alimentos básicos como a carne estão escassos. Sendo assim, formaram-se grupos de jovens que lutam pra sobreviver.

No começo, conhecemos a “tribo” Washington Square, nela Wash comanda, porém ele está perto dos 18 anos e começa a ficar doente, quem assume? Seu irmão Jefferson. Crânico, é um garoto geek e muito fascinado pelo mundo da tecnologia e da ciência. Ele busca a cura para o vírus. Jefferson, Crânio, Peter e Dona, viviam um dilema, ficar na Washington Square ou buscar a cura. É claro que ficam com a segunda opção, ou seja, terão muitas surpresas e revelações pela frente.

É o primeiro livro de uma trilogia.

Sobre Chris WeitzChris Weitz

Christopher John Weitz, conhecido também como Chris Weitz, é um diretor de cinema e escritor. Ficou famoso mundialmente após dirigir o filme The Golden Compass, que é baseado no livro do inglês Philip Pullman.

Capas pelo mundo

18774016 24496028

Narrativa

Em meio ao Novo Mundo, temos todas as referências tecnologicas utilizadas no mundo antes do vírus. Outros personagens vão ganhando espaço ao longo da narrativa. Todos são bem diferenciados e somam a trama de modo muito convincente.

A narrativa é intercalada entre Jeff e Dona, o modo de escrever muda de acordo com o personagem. Isso é bem visível e bem articulado. Pois ambos os personagens são totalmente diferentes.

O destaque fica quase todo no personagem Jefferson, além da perda, ele tem de lidar com uma responsabilidade muito grande assumindo o grupo. Ele tenta fazer tudo certo em meio ao caos e aos poucos vem se mostrando mais esperançoso do que os outros integrantes. Ele que faz a tribo funcionar. Enquanto Donna é quase o oposto dele, ela é bastante cética e meio (totalmente) rebelde. É aquela personagem que vai contra a maré e é impregnada de humor negro.

Diagramação

O trabalho da seguinte foi muito bem feito. Confesso ter gostado muito da capa, até mais do que a original.  Uma roupagem jovem e as cores tem tudo a ver. Não encontrei erros graves durante a leitura, sendo assim, bem confortável.

Considerações Finais

Mundo Novo sem dúvidas é um livro muito curioso. Mal posso esperar a continuação, sim. E acredito que outros personagens vão ganhar espaço durante os outros livros. Adoro livros pós apocalípticos, gosto de versões diferentes e bem estruturadas. Aquelas que ficam sem argumento, geralmente me irritam, porém, isso não acontece nesse livro. Um livro que indico para praticamente todos os públicos, pois há muita identificação nessa trama.

comentários

  1. mundo pós apocaliptico! nunca li nada parecido. espero que essa historia fique só nos livros mesmo e nos filmes! rs

  2. Me amarro bastante em livros com mundos pós-apocalípticos. Outra coisa que gosto são essas “aventuras” as quais as personagens são obrigadas têm que passar em busca de suas sobrevivências. Acho que um grande acerto do autor foi dividir a narrativa entre duas personagens com personalidades diferentes, e ainda conseguir diferenciar as duas narrativas. Enfim, muito curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

  3. Adoro livros com essa temática. Ainda não tinha visto nada sobre esse e depois dessa resenha, já quero ver. Adorei a dica e já vou colocar na minha lista!

  4. eu já li/vi tanta coisa com essa temática, que as vezes eu fico mais um? só que sempre aparece mais um que mostra que pode ser diferente e pela sua resenha isso acontece com esse livro.
    livro narrado em duas primeiras pessoas é complicado pq ninguém ver o mundo igual o outro então é importante essa diferença
    quanto a capa, parece muito com graphic novel, da primeira vez que eu vi eu achei que fosse quadrinhos (não que eu não goste, muito pelo contrário eu adoro quadrinhos)
    valeu pela dica =)

  5. Olha, eu realmente sou fascinado por histórias pós-apocalípticas, mas não sei o porquê, porém não me interessei por “Mundo Novo”, não sei se é por causa da história, ou por não me atrair mesmo!

  6. Olha concordo com você o livro pareceu curioso mesmo flor, gosto da temática dele, a premissa é interessante acho que vai sar uma leitura prazerosa para mim. Dica mais que anotada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*