Rendição

ISBN: 9788544101254
Ano: 2014 / Páginas: 336
Editora: LeYa (Quinta Essência)

Em sua sensacional trilogia erótica, Breathless, a autora best-seller do The New York Times Maya Banks, testou os limites do desejo. Nesta nova coleção, a trilogia Surrender, só há uma coisa a fazer: ultrapassá-los. E nunca as consequências da descoberta do prazer foram tão irresistivelmente convidativas, surpreendentemente íntimas e totalmente inesperadas… Josslyn encontrou perfeição uma vez, e ela sabe que não vai encontrá-la novamente. Viúva, ela procura a única coisa que seu amado marido, Carson, não pôde dar a ela: dominação. Solitária e em busca de uma saída para seu luto, Joss encontra um clube exclusivo, que recebe pessoas a fim de realizarem suas fantasias mais hedonistas. Ela nunca imaginou que encontraria lá o único homem que tem sido, por muito tempo, sua fonte de conforto e desejo secreto o melhor amigo de Carson. Dash viveu uma situação insustentável por anos, apaixonou-se pela esposa de seu melhor amigo, mas reprimiu essa atração. Tudo começa a mudar quando ele encontra Joss em um clube dedicado aos mais obscuros limites do desejo. Por que ela estaria num lugar como aquele? Ela faz alguma ideia de onde estaria se metendo? Mas Joss sabe exatamente aquilo que quer e precisa! Para Dash só resta uma alternativa: se ela quer dominação, ele é o único homem que vai guiá-la por este mundo. O único que vai tocá-la, apreciá-la, amá-la… E o único a quem ela vai se submeter para sempre!

proibido

Introdução

Em Rendição (Letting Go), Josslyn perdeu o seu marido há 3 anos e procura um clube onde é possível realizar seus maiores desejos, inclusive os quais ele não estava disposto a fazê-lo em vida. Chegando lá, descobre que o melhor amigo do seu falecido marido (Dash) também o frequenta. Ela tinha desejos reprimidos por ele e posteriormente descobrimos que isso é mútuo.

O meu primeiro contato com a escrita de Maya, se deu através da série Breathless. Embora a sinopse me remeta a alguma leitura anterior, decidi desbravar novamente o universo destrinchado pela autora.

É o primeiro livro da trilogia já publicada pela Maya nesse ano. Esse livro foi publicado em fevereiro, o segundo em maio e o terceiro em agosto. Todos pela Berkley.

Sobre Maya Banks

Maya Banks

Maya Banks, autora best-seller do New York Times que escreve romances eróticos e de suspense, conquistou as leitoras com a sua escaldante série de romances históricos escoceses.

Site oficial – FacebookTwitter


 Capas pelo mundo

18281993 21843834 20828251 22062634  23253981  22386419

Narrativa

A trama em si não me cativou. Motivo? É muito próxima dos livros do gênero e não acrescenta nada no mesmo. O livro conta com um ritmo que dá pouca ação do começo ao meio da trama. Sendo assim, os leitores mais exigentes e que gostam de tramas mais desenvolvidas e objetivas, vão se cansar no meio da leitura. O único plus da trama é a paixão que Dash reprimiu uma vida toda e agora tem a oportunidade de fato consumá-la. Joss também entra de cabeça nesse relacionamento, mesmo insegura… ela quer arriscar.

Diagramação

O trabalho gráfico da Leya está bem conceitual. Gostei da capa e não penso nela de outra forma. Embora outras publicações exploraram novos conceitos. O livro está com uma boa revisão.

Considerações Finais

Maya tem um jeito próprio de contar suas histórias. Sempre com cenas picantes e personagens masculinos encantadores. Porém, acredito que os leitores mais consumidores do gênero, encontraram um livro mais do mesmo. O universo do clube privado deveria ser mais explorado e as explicações sobre o novo mundo para Joss deveriam ser mais objetivos e práticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*