Ironside

ISBN: 9788579801938
Ano: 2014 / Páginas: 240
Idioma: português
Editora: Rocco

Ironside – Último volume da trilogia Fadas Ousadas e Modernas, iniciada com Tithe e seguida de Valiant, Ironside traz a jovem fada Kaye deslocada na malévola corte Indigna e apaixonada por seu novo governante, Roiben. Mas ao se declarar, depois de beber mais do que deveria, Kaye é enviada numa missão aparentemente impossível e se vê envolvida em batalhas perigosas. A série da consagrada autora de fantasia Holly Black rompe com os estereótipos apresentando um reino mágico que une elementos góticos com toques de cultura pop onde o singelo e o cruel se fundem.

proibido

Introdução

Ironside é o terceiro livro da primeira série de livros que leio da Holly Black.

Em Ironside, Roiben será coroado, Kaye é enganada e toma uma bedia que a faz uma declaração apaixonada a Roiben na frente de todos, Roiben determina uma missão a Kaye na qual ela tem de encontrar uma fada que saiba mentir, enquanto não encontrar, ela não pode ver, falar ou se aproximar dele.

Sobre Holly Black

Holly Black nasceu em 1971 numa mansão vitoriana decadente em Nova Jersey. Sua mãe era pintora, fazia bonecas e, nas horas livres, alimentava a filha com histórias de fantasmas e fadas que formaram muito daquilo que faria parte do mundo de Holly posteriormente. Ela teve uma infância feliz, onde passava horas preparando poções mágicas imaginárias e atendendo às necessidades de seus ratos de estimação.

Site oficialTwitterFacebook

Capas pelo mundo

2721856 3942410 7977853 13450367

Narrativa

Narrado por personagens diferentes, o livro promove visões amplas dos acontecimentos, os que mais se destacam são os narrados pelo governante, Roiben e os narrados pela fada Kaye. Holly sabe brincar com os leitores, há vários acontecimentos cruéis e alguns até mortais. O livro surpreende muito na sua conclusão. Sofremos com os personagens, principalmente com Kaye. A docuça do mundo das fadas, é quase invisível nessa trama, pelo contrário, pelos relacionamentos que são descritos, é uma vida bem cruel e conflituosa. Além disso, o conflito entre Kaye e Silarial pode acabar com o mundo das fadas de vez. Uma guerra se aproxima, e não sabe sabe quem sairá vivo dela.

Diagramação

O trabalho gráfico é bom, porém, a harmonia dos livros da série é inexistente. Uma pena, pois é uma série tão rica de detalhes e magia, poderiam ter investido mais nela. Outro quesito que deixa a desejar é a tradução, pois cada livro foi traduzido por um tradutor diferente, é quase impossível ver unidade entre eles.

Considerações Finais

Holly black acerta na medida, o mistério e os acontecimentos são bem dosados, pra mim, o melhor da trilogia. Ela publicou um livro de contos que ainda não foi publicado no Brasil, chamado The Poison Eaters.

comentários

  1. Desconsidera parte do comentário anterior, eu não me toquei que as últimas três resenhas eram da mesma saga.
    faço minhas as suas palavras essas capas não tem nada uma com a outra se eu visse numa livraria NUNCA eu iria imaginar que se trata da mesma saga.
    adorei a ideia da saga de ser narradas por personagens diferentes, assim a gente tem uma visão global dos acontecimentos =) pensando aqui se ponho ou não na minha lista infinita de livros…

  2. Caramba você lê muito rápido ou é impressão minha? kkk
    Olha deixa te dizer, essa serie tá melhorando até a capa está me agradando, vamos ver até o final o que acho disso tudo.

  3. hum, a cada livro a nota vai crescendo gradativamnte, talvez eu nao me arrependa em ler, o ruim é que nem autora nem o tradutores conseguiram manter um padrao e por isso o entendimento fique meio que dificil

  4. Essa série parece ser boa. Só não gosto muito das capas porque acho que elas são tão diferentes que nem parece ser uma série. Enfim, tirando esse detalhe, estou disposta a me aventurar na leitura.
    Beijos.

  5. Bem, podemos ver que a editora não estava nem aí para essa série. Capas completamente feias e fora do padrão, tradutores diferentes para cada volume e divulgação inexistente. Sinceramente, não sei o porquê de conseguir os direitos de uma série e fazer um trabalho desses. Enfim.
    O bom é que a série foi melhorando a cada volume lançado, e culminou com um desfecho que fez jus a trama.

    @_Dom_Dom

  6. Nossa Amy, agora com essa resenha eu sinto que estou perdendo tempo deixando de ler essa trilogia. EU li essa sinopse e pensei”não acredito que faz parte da mesma trilogia”, não sei, mas agora sinto que preciso dos livros da Holly Black, urgentemente, haha.
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*