Tive o prazer e a oportunidade de ter uma entrevista com o Dan Gemeinhart, autor de “A Mais Pura Verdade”, lançamento desse mês pela editora Novo Conceito.

Segue as perguntas que fiz a ele e suas respectivas respostas. 😀

Como funciona o seu processo de escrita? A trama é escrita antes ou os personagens? Como surgiu a ideia de escrever “A Mais Pura Verdade”?

Dan Gemeinhart: Eu tenho um processo de escrita extenso. Eu primeiro tenho a ideia para trama, eu deixo ela fluir pela minha mente por um tempo. Eu brinco e deixo ela crescer por semanas, meses e até anos antes de escrevê-la. Pra mim, a história sempre vem antes. Os personagens chegam em minha mente quando eu penso na história. Primeiro, eu decido o que irá acontecer, depois eu começo a construir os personagens e como eles reagirão ao que acontece. A ideia de “A Mais Pura Verdade” foi inspirada na vida real. Eu tinha um amigo, chamado Mark (igual o nome do protagonista), ele morreu de câncer. Ele era um montanhista e adorava livros. Lia e se aventurava. A trama não é sobre ele, mas eu “peguei emprestado” o nome e a doença, além da paixão por escalar montanhas. Eu tentei colocar tudo em uma história emocionante e excitante.

Como se sentiu ao terminar “A Mais Pura Verdade”? Como foi o processo de publicação do livro?

DG: Eu me senti muito bem quando o terminei. Escrever é algo bem difícil (eu comecei a escrevê-lo por 3 vezes antes de finalmente achar a voz que cabia a Mark. Eu me senti realmente muito bem, consegui conduzir uma história que me agradou tanto. Foi muito bom usar duas palavrinhas: “The End”. E para publicá-lo foi tão difícil quanto escrevê-lo. Isso demorou alguns anos até conseguir uma agente. Mas ela vendeu muito rápido a ideia pra uma editora nos EUA. Isso foi muito divertido, é como um sonho realizado. O livro demorou 8 anos para ser publicado (eu tentei publicar alguns livros antes de “A Mais Pura Verdade”), às vezes, eu ainda penso que estou sonhando. Eu tenho um “livro real” e tem o meu nome nele! E agora ele tem sido publicado em países incríveis, como o Brasil? Inacreditável! Isso realmente é fruto de acreditar em si mesmo, não desistir e trabalhar pesado, o tempo todo para se tornar cada dia melhor.

Quais são seus autores favoritos? Que livro está lendo no momento? Você já leu algum livro de um autor brasileiro?

DG: Eu amo ler e eu sempre tenho um livro na minha mão. Alguns dos meus autores favoritos são Enerst Hemingway, José Saramago e Sharon Creech. No momento, estou lendo “In a Glass Grimmly” do Adam Gidwitz e estou AMANDO! Infelizmente, eu não me recordo de ter livro algum livro de um autor brasileiro. Mas eu sempre quis ler “O Alquimista” do autor, Paulo Coelho.

Deixe uma mensagem para os leitores brasileiros.

DG: Pessoas do Brasil, é uma honra pra mim ver meu livro publicado nesse país lindo, e eu estou muito surpreso como “A Mais Pura Verdade” tem sido recibido tão bem por vocês. É tão divertido ver os tweets, críticas/comentários nos blogs e fotos do livro no instagram falando tanto sobre mim quando do livro. Eu sempre pensei que o Brasil e os brasileiros fossem incríveis, mas agora, estou totalmente apaixonado. Obrigado por serem tão atenciosos e amáveis comigo e com o meu livro. Eu mal posso esperar para conhecê-los um dia. Obrigado!


Essa foi a primeira entrevista internacional que fiz, posso dizer que adorei a atenção e a disposição do Dan em resposter as perguntas. Espero que tenham que tenham gostado, se quiser saber o que achei do livro, leiam a resenha de A Mais Pura Verdade ♥.