A Morte de Sarai

ISBN-13: 9788581052571
ISBN-10: 8581052576
Ano: 2015 / Páginas: 255
Idioma: português
Editora: Suma de Letras

Sarai, era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro. Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte.

Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar. Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo.

Introdução

Apesar de não ter lido os outros livros da autora, confesso que fui fisgada pela sinopse. Felizmente, o livro me surpreendeu bastante em alguns pontos, embora eu não me encante por protagonistas (desde sempre…). E mal vejo a hora de continuar a ler o próximo livro da série ♥ (serão  ao todo, 5 livros).

Em A Morte de Sarai, Sarai foi levada pela mãe para morar no México aos 14 anos com um traficante de drogas e de mulheres. Um tempo se passa e sua mãe falece, ele se “apaixona” e fica totalmente obcecado por ela, por consequência, ela se torna escrava sexual. Nove anos presa em cativeiro, Sarai se revela uma pessoa fria e obediente. Embora tenha tratamento especial, o sonho inicial é se ver livre de tudo aquilo o quanto antes. Quando esse dia acontece, ela é “salva” por Vitor, um matador de aluguel. Será mesmo que ela terá a tão sonhada liberdade?

Sobre J.A. RedmerskiFoto -J.A. Redmerski

J. A. Redmerski é a autora de The Edge of Never, da trilogia Darkwoods e Dirty Eden . Ela é fã de lobisomens e zumbis, viciada em livros e obcecada pelo universo de The Walking Dead. Ela mora em North Little Rock, Arkansas, com seus três filhos e um maltês.

Site oficialTwitterFacebook

Edições estrangeiras

18052619 18400085

Narrativa

A narrativa é conduzida por Sarai em alguns capítulos, Victor. Felizmente, a autora consegue dar a voz da dois personagens distintos. E Victor tem uma voz bastante fria com relação ao que sente por Sarai, quase não se tem menções. Ou seja, sem personagem xexelento.

O ritmo inicial da trama é bem desenvolto. Entretanto, do meio para o fim, o gosto amargo é constante.

O carisma de Sarai azeda em meio as suas incertezas, uma hora ela quer algo e em pouco tempo, não quer mais. Quando em cativeiro, se mostrava alguém totalmente determinada. Quando solta, perdeu todas as suas características e se mostrou sem objetivo próprio.

É um livro de muita ação e pouca emoção. O leitor não tem tempo suficiente pra se apegar algo ou alguma atitude. É tudo tão preto e branco. Pelo menos, não há floreios.

Diagramação / Capa

Gostei bastante da capa, a diagramação do livro está confortável. Não foi encontrado erros que comprometam o entendimento da trama.

Considerações Finais

A Morte de Sarai, é um bom começo. Não se pode presumir que o livro dê todas as “respostas” e tenha um conteúdo tão vasto. Livros que já são feitos pra serem séries, sempre guardam segredos e situações adversas para os seguintes. O livro é uma boa introdução ao tema. A mistura entre NA e sangue, tráfico e assassinos calculistas à solta, ficou muito boa. Até então, não havia lido nada do tipo.

comentários

  1. eu tomei um susto com a nota, mas depois acho que deu para entender a razão.
    eu fico com medo de livros narrado em primeiro pessoa por mais de uma pessoa porque as vezes o autor não consegue mudar a voz, fiquei aliviada em saber que não é o caso.
    adorei a ideia do muita ação =) tipo de livro que eu gosto.
    Eu quero muito ler esse livro, mas como é livro em série acho que vou esperar os próximos…

  2. eu ainda nao li esse livro, mas eu quero muito, já li varias resenhas sobre o livro e achei bem interessante, diferente dos livros de romance que eu gosto.

  3. Também me assustei com a sua nota, porque estou louca para ler esse livro. Me falaram que o próximo não foca na Sarai, então ainda não sei se vai ser um para cada personagem ou se eles vão se cruzar mais na frente. Teremos que esperar. A capa brasileira está mais bonita do que as outras. Pelo menos foi o que achei.
    Beijos!

  4. Oi Amy! Também me assustei quando vi sua nota, mas no decorrer da resenha, entendi sua necessidade de uma avaliação digamos mediana. Eu não li, e estou com mta vontade conhecer esse enredo, aparentemente tão envolvente e tão diferente.
    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*