O Príncipe de Westeros e Outras Histórias

ISBN-13: 9788567296364
ISBN-10: 8567296366
Ano: 2015 / Páginas: 480
Idioma: português
Editora: Saída de Emergência Brasil

line

O Príncipe de Westeros e Outras Histórias – Com histórias de Joe Abercrombie, Gillian Flynn, Matthew Hughes, Joe R. Lansdale, Michael Swanwick, David Ball, Carrie Vaughn, Scott Lynch, Bradley Denton, Cherie Priest, Daniel Abraham, Paul Cornell, Steven Saylor, Garth Nix, Walter Jon Williams, Phyllis Eisenstein, Lisa Tuttle, Neil Gaiman, Connie Willis, Patrick Rothfuss e George R.R. Martin o livro traz contos que não são preto e nem branco, contos com todos os tons de cinza. 21 histórias com reviravoltas astutas e deslumbrantes nessa galeria de histórias de vilões que vão saquear seu coração e ainda deixá-lo mais rico a cada história.

Introdução

rap animated GIF

Ser canalha tá na moda, sim. Pera… não. Só nesse livro, tá? Aqui temos uma coletânea de contos que possuem gêneros variados onde os protagonistas são politicamente incorretos. Sim, todos tem um grau de canalhice, alguns passam do limite real. 10 histórias, com uma boa seleção de autores que adoro e outros que acabei descobrindo no meio do caminho e que subiram no meu conceito e na minha lista de leitura.

Esse é a segunda antologia que George Martin e Gardner Dozois publicam, a primeira foi Ruas Estranhas, publicado pela Leya há alguns anos atrás.

Sobre os autores

George R. R. Martin
Autor de vários best-sellers, incluindo a aclamada série “As Crônicas de Gelo e Fogo”, que deu origem à premiada série de TV “A Guerra dos Tronos”. Como roteirista e produtor, trabalhou em “Além da Imaginação” e em vários outros projetos. Atualmente vive com a esposa, Parris em Santa Fé, no Novo México.
Gardner Dozois
Já ganhou quinze prêmios Hugo por seu trabalho como editor, além de dois prêmios Nebula como escritor, nacaegoria melhor conto. Foi editor de Asimov’s Science Fiction por vinte anos e já escreveu e editou mais de cem livros, incluindo vários volumes da The Year’s Best Science Fiction.

Edições estrangeiras

20168816 21408720 25624167 25851872

Narrativa

No geral, todos os contos são muito bons. A narrativa tem uma pluralidade muito interessante, alguns contos são mais objetivos, outros mais detalhistas, mas nada que ofusque um ou outro.

1. Como o Marquês recuperou seu casaco

Uma palhinha de Neil Gaiman é sempre bom, né? Sim. Neil Gaiman traz uma trama no melhor estilo dele mesmo. Pois costumo dizer que ele é um gênero, não costumo colocá-lo em um. Um Marquês totalmente canalha, como o próprio titulo diz, tenta recuperar seu casaco, que para ele, é o único digno do mesmo.

2. Providência

Um conto que mistura artes plásticas e a malandragem do protagonista, Max Wolff. Um quadro que ele avalia por um preço muito alto. Eu não conhecia o autor, e tive uma boa primeira impressão.

3. Qual a sua profissão

Flynn, o que falar da Flynn? É a autora que mais me agrada de todos os tempos. Tanto em romances, quanto em contos, surpreende. Eu confesso que dei muita risada e lê-lo em público, não foi fácil. É um conto que me ganhou na primeira linha. É inédito.

4. Um jeito melhor de morrer

Confesso que fiquei meio perdida nesse, mas como depois de ler conferi em algumas resenhas, o protagonista faz parte de uma série de livros, do qual pretendo ler o quanto antes. Assim, tudo fará mais sentido na minha cabeça.

5. Um ano e um dia na velha Theradane

É um dos contos mais loucos que já li na vida. Sério, uma cidade aos pedaços onde um grupo de ladrões querem roubar algo que é impossível de ser roubado.

6. A caravana para lugar nenhum

Uma caravana em direção a o desetor onde as miragens são comuns e os perigos eminentes. É um dos contos onde o terror se manifestou com mais intensidade.

7. Galho envergado

Hap e Leonard estão em busca da jovem filha da companheira de Hap. Ela é definitivamente uma garota problemática, um livro com o ar policial bem em evidência.

8. A árvore reluzente

Não acompanho a carreira de Patrick Rothfuss, mas me diverti com muito com a trama. Bast presta favores em troca de alguns outros, com crianças. E pede que em hipótese nenhuma, conte a qualquer adulto.

9. Em cartaz

É o chick-lit da vez, sim, o conto aborda uma ida ao cinema que não dá muito certo. Lindsay, não pode ver o filme que deseja ver (há uma conspiração de uma rede de cinemas que impede os clientes de assistirem aos filmes) Não bastasse isso, ela encontra Jack, um ex namorado cafa e claro, que ela ainda nutre sentimentos.

10. O príncipe de Westeros e outras histórias

Fechar com chave de ouro: check! Apesar de ser uma pessoa apaixonada pela casa Stark (ainda estou com o coração devastado após season finale da série de tv), Daemon Targaryen é o protagonista do conto. Ou seja, George Martin mais uma vez mostra que sabe escrever tanto livros longos quanto contos, simplesmente, fantástico.

Diagramação / capa

A capa gera um confusão um pouco complicada, confesso que pelo título e a capa, pensei que se tratava dos autores dentro do universo explorado pelo Martin. Mas a diagramação está bem agradável e a leitura fluiu muito bem.

Considerações Finais

É claro que sempre tem os contos que mais gosta e os que menos gosta. Não abordarei os que menos gostei, mas dou total destaque a Gillian Flynn e Scott Lynch. Ambos fizeram um ótimo trabalho. Acho que não preciso citar George Martin, né?

comentário

  1. gostei do livro, a maioria dos autores eu já li algum livro deles e pelo jeito as histórias sao bem legais, espero ler em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*