Um Romance Grego 

ISBN-13: 9788568432082
ISBN-10: 8568432085
Ano: 2015 / Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Rocco Fábrica231

line

Era na encantadora Erikousa que Daphne costumava passar as férias na infância e na adolescência. Agora, adulta, viúva e prestes a se casar novamente, a renomada chef deixa a agitada vida em Nova York e retorna à pequena ilha grega para cuidar dos preparativos do casamento, a ser realizado em duas semanas. Filha de imigrantes que foram buscar uma vida melhor nos Estados Unidos, aos poucos Daphne se entrega à vida tranquila do lugar, regada a almoços servidos sob a oliveira no pátio da casa da avó. O contato com velhos conhecidos, suas lembranças dos verões passados na ilha e as visitas de Yianni, um pescador quarentão misterioso, levam Daphne a conhecer segredos nunca imaginados sobre sua família e conduzem a trama a um desfecho surpreendente.

Introdução

Em Um Romance Grego, Daphne é uma renomada chef de cozinha em NY e volta a ilha Erikousa prestes a se casar novamente, após perder o marido tragicamente em um acidente de carro. Ela vai a ilha com sua pequena filha, Evie para cuidar dos preparativos dessa nova união. Porém, quando volta, seus velhos amigos e as suas lembranças dos verões passados, voltam à tona. Principalmente, Yianni, um pescador muito bonito e misterioso.

Sobre Yvette Manessis Corporon

Yvette Manessis Corporon tem experiência de 20 anos em televisão. Pelo trabalho, desempenhado tanto na produção quanto na realização de entrevistas, já recebeu diversos prêmios, inclusive dois Emmy Awards. Filha de gregos, ela é casada com o premiado fotojornalista David Corporon. Eles têm dois filhos e moram em Nova York.

Site oficialfacebooktwitter

Edições estrangeiras

Buy When The Cypress Whispers 22587704 22731468 22919001

Narrativa

Erikousa – Grécia

Narrado em terceira pessoa, temos o ponto de vista de todos os personagens. O que mais me impressionou foi a descrição do ambiente, o leitor vai a Grécia facilmente com as descrições feitas por Yvette. Minha personagem favorita, é cativante e engraçada. Popi ganha a cena em muitos momentos. Evie, a filha de Daphne é um amor. Eu sempre me apaixono pelos filhotes dos protagonistas, ela é pura fofura e muito sincera. O que mais me impressionou foi que a cidade onde se passa a trama, existe. Ainda mais: é maravilhosa.

Os diálogos são lendários, a família de Daphne é apaixonante, sabe aquele tipo de família unida e enxerida? Eu adoro ler livros que as famílias são assim. Motivo? Minha família é bem pequena, não tenho muito contato com parentes desde o falecimento da minha avó materna. E vivenciar isso é um tanto quanto engraçado.  Confesso ter ficado muito surpreendida pelo desfecho, geralmente imaginamos que algo previsível, aconteceria. Não em Um Romance Grego, pelo contrário. A tradição e os costumes gregos é bem presente na trama, como não se apaixonar?

Todos os personagens tem seu carisma e são desenvolvidos com igualdade. Daphne é uma mulher batalhadora, foi aos EUA para tentar a vida e venceu fazendo o que mais ama: cozinhar e ainda criar a adorável Evie.

Capa / diagramação

O trabalho gráfico é excelente. É a primeira leitura que faço de um livro do selo Fábria 231 da Rocco. Adorei a revisão e a leitura não foi comprometida com erros. Só achei que deveriam especificar algumas palavras em grego, mas tudo foi resolvido com um bom dicionário online.

Considerações Finais

Um Romance Grego, possui todas as características de um bom livro: Personagens emblemáticos, diálogos incríveis e uma conclusão que foge o óbvio. Uma leitura atual, divertida, reflexiva e sensível.