Confira o que aconteceu do dia 4 ao dia 7 de dezembro na primeira Comic Con Experience.

O Evento


CCXP-Dia-1-133

O trabalho de realização do evento ficou a cargo do portal Omelete e o Chiaroscuro Studios. No evento foi possível conhecer novidades, conversar sobre séries, quadrinhos, filmes, filmes e tudo que envolve a cultura nerd/geek. O Brasil ainda não tinha um evento desse porte e felizmente posso dizer que para um primeiro evento, foi um excelente começo de algo que ainda poder ser melhor.

Comprei meus ingressos no primeiro lote do evento, os ingressos eram os mais simples, porém, pude aproveitar bastante do que o evento ofereceu.

Havia pacotes FAN experience e FULL experience. Aos visitantes, ficou um pouco confuso das vantagens que esses dois pacotes ofereciam, pois um, permitia livre acesso a tudo (full): cadeira cativa nos auditórios na área mais próxima do palco, quatro colecionáveis exclusivos, um jantar com o Edgar Vivar, poster do Batman autografado e meet & greet com 4 artistas. E outro somente a um meet & greet escolhido pelo visitante, sem filas na hora de entrar e acesso garantido ao auditório principal em um dos painéis com o artista e assento em área VIP próxima ao palco (fan).

Lembrando, o evento não é filiado e nenhuma outra convenção no Brasil e não é afiliado com a de San Diego (CCSD).

Painéis


Os painéis que ocorriam no auditório Thunder (principal), foram os eventos em que mais pude conferir novidades e tirar dúvidas sobre diversos assuntos. Apesar da acústica ruim (algo que se pode pensar para o próximo evento) e a tradução que nem sempre era como o esperado. Foi uma grande oportunidade aos visitantes de conhecerem seus ídolos, assistir trailers, filmes e saber as novidades dos mercados de entretenimento (games, filmes, séries…).

Dia 1

O primeiro que assisti foi o DC Comics – Gerações, foi um debate promovido entre Ivan Reis, Scott Snyder, José Luiz Garcia-López, Sean Murphy e Klaus Jason. Nele, falaram sobre o histórico da editora, afinal haviam representantes de três décadas do Batman.

O painel da Paramount foi o melhor do dia, pois pudermos ter o primeiro contato com os filmes que serão lançados em 2015, com um conteúdo inédito. A presença dos sócios do Michael Bay na produção do Transformers além de entrevista com os mesmos.

O painel Batman – 75 anos do Cavaleiro das Trevas, foi um debate promovido por Scott Snyder, Klaus Jason, Rafael Grampá, Rafael Albuquerque, Dave Jonhson e José Luiz Garcia-Lopéz. Nele foi possível falar sobre o Batman tanto nos quadrinhos quanto no cinema, tv e videogames. O bônus desse debate, foi possível ver a jogabilidade do novo jogo já disponível para compra, Lego Batman 3.


Dia 2

Meu dia dois começou com a masterclass de Roteiro onde Scott Snyder discursou sobre sua vida como roteirista e como foram seus projetos até chegar a trabalhar nos roteiros do Batman pela DC. Ele também contou como foi trabalhar com Stephen King (que participou das primeiras 5 edições) em Vampiro Americano e paixão do autor em escrever sempre com entusiasmo.


 Dia 3

1375940_796775613717257_7099870744658003659_n

Não participei de nenhum painel nesse dia, pois haviam filas imensas quando cheguei. O painel que gostaria de ter ido e não fui foi o da Pixar, um dos que muitos visitantes consideraram o melhor e onde o novo presidente da Pixar esteve presente onde pode conversar sobre Divertida Mente, Os Incríveis 2 e Procurando Nemo 2. Nesse dia houve também uma pré estreia do filme Operação Big Hero, que contou com os dubladores do mesmo para um bate papo sobre como foram suas experiências com o filme.


Dia 4

Pré estreia O Hobbit – A Batalha dos Cinco Exércitos

Como não havia conseguido chegar para a pré estreia de Operação Big Hero, se eu quisesse de fato ver a pré estreia de O Hobbit – A Batalha dos Cinco Exércitos, teria que ir muito antes da abertura do evento. Sendo assim, cheguei a Comic Con quase as 4 horas da manhã, já havia uma fila de mais de 200 pessoas na frente do evento. Foram horas que foram passando rápido em pequenas conversas na fila. A coisa ia muito organizada até conseguirmos a pulseira que dava acesso ao evento. Por um descuido de quem havia organizado, houve uma correria e muitas pessoas passaram na frente das que chegaram primeiro. Porém, acredito que todos que conseguiram as pulseiras de acesso, puderam assistir a pré estreia. Além de uma pequena conversa com Richard Armitage (Throrin), personagem essencial para terminar essa trilogia incrível dirigida por Peter Jackson.

Após a pré estreia fiquei para o painel da Warner, onde passaram o trailer do novo filme do Clint Eastwood em que Bradley Scott fará o protagonista de Sniper Americano, o novo filme em que Will Smith e Rodrigo Santoro participaram do elenco de Golpe Duplo, o trailer do novo filme do Peter Pan, chamado Pan que terá Hugh Jackman como barbanegra e um trailer de 5 minutos do quarto filme de Mad Max – Fury Road.

10360397_874857839232440_3790681029082089211_n 10846113_788309967910739_3468046457514773706_n

O painel do Jason Momoa – De atlantis à atlântida, Jason contou aos fãs suas experiências em seus personagens, falou bem pouco sobre seus novos projetos mas afirmou que tem mais 4 projetos além do Aquaman. Apesar de falar bem pouco dos novos projetos, ganhou os fãs pela simpatia e dinâmica fora de série. Foi um evento apenas para contemplar o ator ao invés de discutir as novidades que infelizmente, não poderia dar. Esperem por um Aquaman fodão (como o mesmo disse).

Os estandes


CCXP-Dia-1-245 CCXP-Dia-1-243

Os estandes como podem ver, foram bem produzidos, porém, no final de semana eles eram praticamente intransitáveis. Pois haviam filas em volta deles. Mas tanto na quinta como na sexta, foi possível ver, comprar e participar das atividades que ocorriam dentro e fora deles.

CCXP-Dia-1-190

No primeiro dia, o estande da Panini estava com 25%¨de desconto em todos os produtos. Ou seja quadrinhos, mangás e livros mais em conta.

CCXP-Dia-1-239 CCXP-Dia-1-233CCXP-Dia-1-240

No estande da 20th Century Fox, tinham várias atividades, uma delas foi poder conferir o trailer de Êxodo (um filme que quero muito ver), uma ação de uma noite no museu 3 (uma das últimas aparições de Robbie Willams no cinema) e uma super promoção que levará o ganhador a Londres no dia 14 de janeiro na premiere de Kingsman – Serviço Secreto, com tudo pago.

CCXP-Dia-1-229

No estande do canal Fox, era possível tirar foto no sofá mais famoso do mundo dos desenhos animados (Os Simpsons), e também participar de uma ação de The Walking Dead, onde você tinha a chance de acertar um zumbi e ganhar uma ilustração temática feita com o seu nome.

CCXP-Dia-1-177

No estande da Netflix, haviam ações da série Marco Polo, além disso, na sexta, houve uma sessão expecial no auditório. Um pouco antes, os atores principais da série estavam autografando posteres no estande. Havia uma ação feita em horários fixos onde os visitantes poderiam participar de uma roleta ganhando diversos prêmios como camisetas, posteres, aviso de porta, bottons e copos.

CCXP-Dia-1-158

O estande da Warner tinha um espaço especial para O Hobbit além, de um especial de Mad Max, possuía o Batmóvel e o famoso furgão (Máquina de mistérios) de Scooby Doo. Na parte de O Hobbit, era possível também saber mais sobre a promoção que levará 5 ganhadores aos estúdios da Warner Bros.

CCXP-Dia-1-162 CCXP-Dia-1-039

Os cosplays


CCXP-2014-Cosplays-22 CCXP-2014-Cosplays-16

Haviam cosplays de todos os níveis, dos mais simples aos mais elaborados. Segue alguns dos cosplays que mais gostei.

CCXP-2014-Cosplays-19 CCXP-2014-Cosplays-12 CCXP-2014-Cosplays-13

10846375_810688202331941_3102434517246579870_n 10411988_887106154656968_2963565648863588075_n CCXP-2014-Cosplays-01

Brindes


Confira os brindes que fui ganhando ao longo dos dias.

Compras


Confira o meu dinheiro indo embora…

 

 

Artists Alley


artistalley_2_499x305

 

O Artists Alley contou com 126 mesas de vários quadrinistas, tanto iniciantes como já consagrados. As mesas em todos os dias, viviam lotadas e trabalhos fantásticos eram encontrados lá. Eu queria ter tido mais dinheiro para poder comprar mais nas mesas. Mas é algo que pretendo guardar para uma próxima. Por puro desconhecimento, havia alguns quadrinistas que eu já tinha lido e não sabia que estavam lá, perdi a oportunidade de conhecê-los e autografar meus exemplares 🙁 (triste).

Experiências


 O evento no geral cumpriu mais do que prometia. Houveram falhas? Sim, porém elas foram pequenas diante de tudo o que foi possível aproveitar. Se irei na próxima? Com certeza. Em breve novidades relacionadas a quadrinhos por aqui no Macchiato. 😀

Resumindo, fez jus ao #vaiserépico! Aos que não foram, vejam o que perderam… e aos que foram… só fica a saudade.

Créditos: Fotos

z