João e Maria

ISBN-13: 9788580577761
ISBN-10: 8580577764
Ano: 2015 / Páginas: 56
Idioma: português
Editora: Intrínseca

Introdução

Recentemente, fiz a resenha da versão de Gaiman sobre A Bela e a adormecida.

Em João e Maria, nessa adaptação, Gaiman consegue adapta a tradição dos contos de fadas, de um jeito poético e consegue colocar realismo e fantasia em poucas palavras. Dois irmãos (João e Maria) vivem um tempo de crise e são abandonados pelos pais e terão de enfrentar os desafios de uma floresta pra lá de assustadora.

Sobre Neil Gaiman

Nasceu em 1960, na cidade de Portchester, Inglaterra. Desde pequeno, demonstrou sua ligação com os quadrinhos. Como jornalista, foi crítico de HQs e, aos 20 anos, teve seu primeiro título publicado, Violent Cases, pela editora inglesa Titan.

Já escreveu vários livros aclamados pela crítica, tanto para crianças quanto para adultos, e foi o primeiro autor a ganhar as medalhas de Carnegie e Newberry. Tem várias obras adaptadas para o cinema: Coraline, O mistério da estrela – Stardust. E se ainda é pouco … escreveu dois episódios do Doctor Who.

Narrativa / Ilustrações

As ilustrações se encaixam perfeitamente com a narrativa poética de Gaiman. O trabalho é bastante cuidadoso. Como sempre, torcemos pelo bem desses irmãos que vivem uma aventura pra lá de difícil. Ser abandonado no meio do nada por duas vezes, não é fácil. Mas com a inteligência e astúcia, poderão dar conta de todos os problemas que enfrentarão. Gaiman fez poucas alterações da história que conhecemos há muito tempo, mas tem uma precisão de detalhes em pequenos versos. Algo que é notável e bastante difícil de elaborar. Nessa versão, temos um pai muito amoroso e que sente bastante a falta dos filhos. Muito protetor e amoroso. Nessa trama, eles não tem madrasta e sim a própria mãe. A trama tem um final dramático e ao mesmo tempo, cheio de esperança.

Diagramação e capa

O trabalho está exemplar, o livro tem uma edição pra lá de especial, em capa dura. Não foram encontrados erros que atrapalhem a leitura.

Considerações finais

João e Maria, é um clássico muito interessante e com uma lição de moral bastante explícita. A leitura na visão de Gaiman se torna muito mais enriquecedora. Um livro pra se ter na estante e para presentear aqueles que adoram os livros de Neil.