Star Wars: Troopers da Morte

ISBN-13: 9788576572701
ISBN-10: 8576572702
Ano: 2015 / Páginas: 328
Idioma: português
Editora: Aleph

Introdução

Quando uma trama junta um amor antigo (zumbis) e um recente (Star Wars), fica difícil resistir, não é?

Em Troopers da Morte, a nave imperial Purgação – lugar temporário onde mais de quinhentos assassinos, ladrões e rebeldes residem – tem falhas e fica à deriva em um ponto do espaço. A tripulação acha um detróier estelar e uma equipe é chamada para consertar e recolher as peças da Purgação. Só que a tripulação volta com uma doença que começa a infectar e transformar os seres vivos em mortos-vivos sedentos pelos vivos.

Sobre Joe Schreiber

Foto -Joe Schreiber

Joe Schreiber é o autor de Chasing the Dead, Eat the Dark e No Doors, No Windows. Nasceu em Michigan, EUA, mas passou a maioria de seus anos de formação no Alaska, em Wyoming e na parte norte da Califórnia. Vive na parte central da Pensilvânia com sua esposa, seus dois filhos e várias action figures originais de Star Wars.

Edição estrangeira

6310782

Narrativa

Adoro quando a narrativa é ágil, principalmente quando se trata de Star Wars, algo que não vemos com tanta frequência. Principalmente parte deles ter o ponto de vista do Chewie (um dos meus personagens favoritos, só perde pro C3PO). Os capítulos são curtos, eu ia terminando um e dizia que ia só pro outro… quando vi, acabou. Existem cenas bem nojentas, afinal, tem a parte zumbi da trama. A junção entre o universo SW e zumbis foi tão bem costurada em poucas páginas, tenho certeza que dá pano pra muitas outras histórias. Embora use clichês, eles são convincentes.

Diagramação e capa

Confesso que não foi a capa que mais me agradou, mas quando li, vi que não poderia ser diferente. O trabalho gráfico da Aleph é muito cuidadoso, também não encontrei erros na edição, ou seja, trabalho de primeira.

Considerações finais

Troopers da Morte, tem uma boa trama, divertida, ágil e que trabalha personagens interessantes sobre uma perspectiva apocalíptica. Han e Chewie em boa performance e personagens bastante interessantes e que sustentam uma narrativa muito boa, singular e divertida.