Guerras SecretasISBN-13: 9788542807134
ISBN-10: 8542807138
Ano: 2015 / Páginas: 352
Idioma: português
Editora: Novo Século

Introdução

O trabalho da Novo Século junto com a Marvel está cada vez melhor. A cada novo título, mais surpresas boas.

O livro é uma adaptação a uma saga que coloca vários personagens vivendo uma aventura e teve um resultado bastante interesssante. Em 2015, foi adaptada por Alex Irvine, mesmo autor de Homem de Ferro – Vírus, lançado pela Novo Século.

Em Guerras Secretas, heróis e vilões são convocados por Beyonder, alguém com poderes que os tratará como peças de um jogo de tabuleiro. Mesmo separados entre vilões e heróis, os grupos se subdividem e há muito conflito entre eles. Um livro cheio de reviravoltas e muita ação. Se gosta dos personagens, os verá discutindo e até perdendo a cabeça, no sentido figurado, claro.

Narrativa

Narrado em terceira pessoa e em capítulos bem curtinhos, dando fluência na leitura. Quando falava que ia parar no próximo capítulo… eu já tinha passado uns 10… ou seja, contribuiu muito pra leitura rápida e ao mesmo tempo divertida.

Todos os personagens tem um pouquinho deles incutido na trama, o que não deixou nenhum de fora. Claro que há destaque para os mais famosos, mas nada que outros personagens fiquem de lado. Nenhum deles poderia ser esquecido.

O aspecto psicológico e tudo que motiva cada um dos personagens é colocado em meio aos acontecimentos, o que torna a experiência com o livro ainda mais completa e interessante.

Diagramação e capa

Esse livro tem o trabalho mais bonito até hoje, as páginas são ilustradas, e o predomínio do preto nas páginas, foi um plus. A diagramação é mega confortável. Apesar de eu ter notado alguns erros durante a leitura, nada atrapalhou a compreensão.

Considerações finais

Em Guerras Secretas, é um livro que me surpreendeu positiviamente. Ver personagens que eu já adorava e ao mesmo tempo, alguns que eu não dava muita atenção acabaram me agradando em meio a uma trama que ainda não tive a oportundiade de acompanhar em outra oportunidade.

comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*