Cartas de Amor de Paris

ISBN-13: 9788579308369
ISBN-10: 8579308364
Ano: 2015 / Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Universo dos Livros

Introdução

Em Cartas de amor de Paris, Aos 19 anos de idade, Samanta fez uma curta viagem com uma amiga para a França. E no meio da cidade luz, encontrou o amor da sua vida, Jean-Luc. Durante a viagem, tudo foi perfeito, mas tudo muda quando Sam volta ao seu país (EUA). Jean não aguenta a separação e escreve sete cartas de amor para Sam. Em cada uma delas, ele declara saudades dos momentos que tiveram juntos. O problema? Ela nunca respondeu essas cartas. O motivo? Sam guardou as cartas dele em uma caixa por 20 anos. Quando a vida de Sam começa a mudar do vinho para água  – é demitida do emprego e o seu casamento está por um triz – a mesma amiga de Sam, sugere que ela começe a escrever um blog sobre cartas de amor, escrevendo as respostas às cartas que Jean-Luc a envio 2 decênios. Será que aquela que conexão que tiveram no passado ainda persiste?

Sobre Samantha Vérant

É viciada em viagens, uma enófila autointitulada e uma chef francesa determinada, ainda que ocasionalmente não convencional. Vive no sudoeste da França, onde tem possibilidade de explorar todas as suas paixões ao lado do cientista sexy que conheceu em 1989, mas ignorou por vinte anos.

Edições estrangeiras

18509679 29511333 22369178

Narrativa

A trama é narrada por Sam. Temos o ponto de vista dela através de tudo que vai acontecendo. Começando pelo momento em que sua vida mudou “para pior” e teve que recomeçar praticamente do zero.

O romance avassalador do passado que tinha tudo para ser só mais um dos milhares que alguns vivenciam na vida, foi decisivo para Sam. A trama é encantadora e a leitura fluiu bem por conta disso. Não é um livro que você tem expectativas, pois você acaba sabendo qual é o desfecho, mas não sabe o “meio” dessa jornada para a felicidade.

Como não é um livro de ficção, ele tende a ser monótono em alguns momentos para alguns, mas eu já li sabendo que se tratava de uma história real, ou seja, sabia que não teria uma montanha russa emocional em 288 páginas.

Projeto gráfico

Embora não tenha gostado muito da capa da edição brasileira, a diagramação e o projeto interno é bem confortável. Com uma fonte cursiva nas cartas de Jean-Luc e a cada novo capítulo, um desenho que remete à trama.

Considerações finais

Cartas de amor de Paris, é um livro dramático e simplesmente romântico. Nada vem fácil e aos poucos vemos o quanto é mágico vivenciar junto com Samantha esses pequenos momentos que fazem a diferença. Uma história real, com sentimentos e todas as complexidades que aquela palavrinha de 4 letras pode proporcionar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*