Jovens de Elite

ISBN-13: 9788579802638
ISBN-10: 8579802636
Ano: 2016 / Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Rocco Jovens Leitores

Introdução

Minha primeira experiência com Marie Lu foi super positiva, li a trilogia Legend e me encantei pela forma como a autora conduziu a trama. Algo bem colocado, cheio de altos e baixos e não deixado nada a desejar na escolha dos personagens para focar na trama. Em Jovens de Elite não foi diferente, Marie Lu conseguiu me conquistar nas primeiras páginas.

Em Jovens de Elite, acontece após uma epidemia chamada de Praga do Sangue, ter se espanhado por Kennetra. A doença matou grande parte da população. Os jovens que se curaram, ficaram com sequelas. Cicatrizes no corpo todo, cores de cabelos diferentes… esses jovens eram considerados por muitos, uma punição, sendo nomeados de Mallfettos. Apesar da má reputação, esses jovens desenvolveram grandes habilitades e aos poucos, foram conhecidos como Jovens de Elite. Adelina Amouteru passa a ser um deles em dado momento. Filha mais velha de uma família de comerciantes, ela e sua irmã tiveram a doença, mas conseguiram sobreviver. Adelina passa por muitas dificuldades, principalmente por conta do pai (será que dá pra chamar ele de pai?), que é bastante ganancioso e um torturador, que fica bastante irritado quando ela vira um mallfetto, Adelina descobrirá seu poder em um momento de raiva. O livro não é só a descoberta de Adelina, mas Teren Santoro, o líder da Inquisição Axis, tem o objetivo de caçar os Jovens Elites, ele trabalha diretamente para o rei de Kennetra e outros personagens que são inseridos em momentos distintos da trama. Mais uma distopia interessante para a carreira de Marie Lu. E felizmente, uma fórmula bem diferente do seu livro anterior, me atentei durante a leitura para não fazer comparações constantes e fui me deixando surpreender.

O livro é o primeiro de uma nova trilogia da autora.

Sobre Marie LuFoto -Marie Lu

Escreve romances jovens-adultos, e tem um amor especial por livros distópicos. Antes de se tornar uma escritora em tempo integral, era diretora de arte em uma empresa de jogos. É formada na Universidade do Sul da Califórnia, e atualmente vive em Los Angeles.

Edições estrangeiras

20821111 25677759 27858955 28666196 28387351

Narrativa

Narrado em primeira pessoa, por Adelina. A construção da personagem não acontece de uma hora para a outra, Marie Lu vai marinando para o leitor e quando vemos, temos uma protagonista de mão cheia. Os acontecimentos também são bem estruturados e aos poucos vamos comprando a nova aventura proposta pela autora.

A vida da protagonista passou de normal a totalmente atípica. Ela passou por várias e aos poucos foi ficando cada vez mais cheia daquele sentimento de fúria e vive praticamente em razão de se vingar.

O elo de ligação e que se tornou uma marca da autora, sem dúvida, foi a capacidade de proporcionar detalhes de ambientes e de situações imagéticas ao leitor. É como se tivessemos assistindo a um filme.

Projeto gráfico

Confesso que o motivo de ler o livro não foi a capa, pois ela não me chamou atenção. Mas como já havia tido uma experiência anterior com a autora, dei uma chance e não me arrependi.

Considerações finais

Jovens de Elite, é um ótimo começo. Tem uma premissa envolvente e encanta vários tipos de leitores. Indicados para aqueles que não dão tanta improtância para os romances na trama e que gostam de bons momentos de ação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*