Dama da Meia-Noite

ISBN-13: 9788501401083
ISBN-10: 8501401080
Ano: 2016 / Páginas: 574
Idioma: português
Editora: Galera Record

line

Introdução

Um bom tempo desde que li o último livro da Cassandra Clare. Acompanhei eufórica as resenhas desse livro de youtubers que acompanho que leram o livro antes. E felizmente, dessa vez, a experiência foi incrível.

Em Dama da meia-noite, a trama começa cinco anos após os acontecimentos de Cidade de Fogo Celestial (último livro da série Os instrumentos mortais). Emma Carstairs é uma jovem que busca os assassinos de seus pais, a Clave, sempre falou que os pais dela morrera na guerra contra Sebastian, mas marcas diferentes foram encontradas em seus corpos. Enquanto os Caçadores de Sombras de Los Angeles, investigam uma série de assassinatos que possuem as mesmas marcas que vitimaram os pais de Emma. Ela contará com a ajuda de Julian, Marlcom, Diana e Cristina. A busca pelo real assassino e a sede de vingança são o que impulsiona esse livro.

Sobre Cassandra ClareFoto -Cassandra Clare

Cassandra Clare nasceu em uma família americana no Teerã, Irã e passou grande parte de sua infância viajando pelo mundo com sua família, incluindo uma caminhada pelo Himalaia quando criança, que foi quando ela passou um mês vivendo na mochila de seu pai. Antes dos seus dez anos de idade ela morou na França, Inglaterra e Suíça. O fato de que sua família se mudava muito, ela encontrou familiaridade nos livros e estava sempre com um livro debaixo do braço. Ela passou seus anos de escola em Los Angeles, onde ela costumava escrever histórias para divertir seus colegas, incluindo um romance épico chamado “The Beautiful Cassandra”, baseado na homônima história de Jane Austen.

Atualmente, reside em uma antiga casa vitoriana em Nova Iorque com seu noivo, seus gatos, e lotes e lotes de livros. A triologia The Mortal Instruments tem sido citada em muitas listas de Best-Sellers.

Edições estrangeiras

28809622 2943137129483974

Narrativa

O ritmo da trama segue o mesmo ritmo dos livros da Cassie, começa bem lentinho, mas quando as pistas começam a brotar nas páginas, você não quer largar. Em resumo, claro que o livro é sobre vingança, busca de quem realmente matou os pais de Emma, mas tem muitas discussões que vão se desenvolvendo ao longo da narrativa. Como o amor proibido dela e de Julian, que são parabatais e a lei é clara, não podem se envolver, nem se casar… muito menos ter filhos. Ou serão punidos severamente. Para os que estavam com saudades, temos um pouquinho dos personagens que aprendemos a amar, sendo eles, Jem, Jace, Magnus, Alec, Izzy e Simon <3. A primeira edição conta com um capítulo extra, que sem dúvida, faz qualquer leitor que adora os Shadowhunters surtar.

Como todo livro de Cassie, todos os personagens tem uma importância dentro da narrativa, embora o foco esteja em Emma e Julian, os outros personagens também são desenvolvidos de maneira que tenham grande influência na trama. Adorei Emma como protagonista, é uma personagem forte, corajosa e está tomada pelo sentimento de vingança. Enquanto Julian, é quase o extremo oposto dela no momento, pensa com clareza e é bem responsável.

Projeto gráfico

Adoro as capas dos livros da autora, isso nunca tenho do que reclamar. A diagramação é bem confortável, mas por ser um livro com muitas páginas, é difícil ficar carregando ele para todo canto, portanto, demorei um pouco mais para lê-lo do que alguns que tive a oportunidade de ler nesse mês (motivo pelo qual estou postando essa resenha no dia 31). Adorei o mapa do instituto de Los Angeles para nos ambientarmos com mais facilidade durante a trama.

Considerações finais

Dama da meia-noite, me encantou de forma inesperada. O meu livro favorito de Cassie era o primeiro que li (Cidade dos Ossos) e agora, depois de um longa jornada, me encantei por esse. Se estou doida pra ler a continuação? Sem dúvida!