A obra O Trágico: Schopenhauer e Freud, publicada pela Primavera Editorial, de Jassanan Amoroso Dias Pastore, é uma das finalistas da categoria Psicologia, Psicanálise e Comportamento do 58º Prêmio Jabuti. O livro foi selecionado pelo júri de especialistas da categoria entre 2.400 títulos inscritos no total.

Escrita pelo psicanalista Jassanan Amoroso Dias Pastore, a obra retoma uma questão fundamental que tem sido deixada à margem na literatura teórico-clínica da psicanálise contemporânea: a do pensamento trágico. O Trágico: Schopenhauer e Freud também levará os leitores a refletirem sobre questões como: O que é o trágico? O que é o trágico na filosofia moderna? E em Schopenhauer? E no pensamento freudiano? Schopenhauer e Freud podem ser considerados pensadores trágicos? O que caracterizaria a concepção de trágico em cada um dos autores? Como podemos vislumbrar a relação entre o pensamento trágico de cada um deles?

Outro escritor que está concorrendo ao prêmio, na categoria Juvenil, pelo livro “Castelo de Areia” (Editora Moderna), é Menalton Braff. Em 2017, o autor lançará pela Primavera Editorial o livro Cenas de Um Amor Imperfeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*