Obra faz um recorte do trabalho da artista entre 2012 e 2016 e reúne textos de Paulo Miyada e Camila Belchior, além de entrevista feita por Lourenço Egreja

Há cinco anos os traços expressivos, fluidos e ágeis de Marcia de Moraes ganharam espaços vazios e aglomerados de formas nada literais. O amadurecimento da artista, que trabalha desenhos de grandes dimensões feitos com grafite e lápis de cor, foi o ponto de partida para o primeiro livro sobre a trajetória desta jovem artista paulista, que será lançado pela editora Cobogó no dia 21 de março, na galeria Luciana Caravello, em Ipanema.

Em Marcia de Moraes, realizado a partir de uma bolsa concedida à artista pela Fundação Pollock-Krasner, em Nova York, estão reunidas imagens de cerca de 60 obras, além de textos de Paulo Miyada e Camila Belchior. O livro bilíngue, em português e inglês, também apresenta uma entrevista feita por Lourenço Egreja sobre o processo de trabalho de Marcia.

A artista, representada pela Galeria Leme, costuma fotografar o que a surpreende pela vida e depois usa esses elementos em seus trabalhos nada convencionais. “São línguas, unhas, gargantas, peitos, folhas secas, pedras, ossos e cacos de vidro, entre outras coisas. E essas formasse dão nos espaços vazios, que deixo em branco, que não são preenchidos pela cor. Quando todos esses elementos estão aglomera­dos, o desenho se torna uma grande insinuação de um organismo vivo constituído de infinitas partes”, explica.

Marcia trabalha sem repetir formas ou combinações cromáticas, o que faz de sua obra um turbilhão visual em constante transformação. “Per­cebi que cada combinação é própria e única de cada desenho, assim como os títulos. É tentador fazer novamente aquilo que acho que ficou incrível, mas a imitação não funciona, fica ruim e o traba­lho não flui. Então, me coloquei mais esta regra: não repetir o que já fiz”, diz a artista.

O livro traz ainda imagens de colagens produzidas por Marcia e vistas de importantes exposições da artista para que o leitor possa ter a real dimensão dos desenhos produzidos por ela.

Sobre a artista – Marcia de Moraes nasceu em São Carlos, São Paulo, em 1981. Atualmente vive e trabalha em São Paulo. Em 2016, foi a vencedora da Bolsa Pollock Krasner Foundations, Nova York, EUA. Realizou diversas exposições individuais, entre elas: Marcia de Moraes, Oficina Cultural Oswald de Andrade, SP (2016); Atos falhos, Galeria Leme, SP (2015); Elaine Arruda e Marcia de Moraes: Cheio de Vazio, Instituto Tomie Ohtake, SP (2014); El Extraño, Fundacion Ace, Buenos Aires (2013); Um Corpo que Cai, Museu de Arte de Goiânia, Goiânia (2012); À Deriva no Azul, Carpe Diem Arte e Pesquisa, Lisboa; Saint Clair Cemin et Marcia de Moraes: Correspondance Brasilienne, VL, Contemporary, Paris (2011). A artista participou, ainda, de diversas exposições coletivas no Brasil, na França e na Alemanha.

Sobre a Cobogó – Criada em 2008, a Editora Cobogó tem como foco a publicação de livros sobre arte e cultura contemporâneas. Lançou diversos títulos, entre eles A filosofia de Andy Warhol, de Andy Warhol; Hans Ulrich Obrist – Entrevistas vols. 1 a 6, os panoramas Pintura Brasileira séc. XXI e Fotografia na Arte Brasileira séc. XXI, e as monografias de artistas como Adriana Varejão, Nuno Ramos, Laura Lima, Erika Verzutti, Paulo Nazareth e Iran do Espírito Santo. Além das artes visuais, a Cobogó se destaca pelo lançamento de livros sobre música, teatro e dança. Entre as obras publicadas, estão O dançarino e a dança, sobre a trajetória do bailarino e coreógrafo americano Merce Cunningham; A Arte do Presente, uma coletânea de entrevistas feitas com Ariane Mnouchkine, diretora e fundadora do Théâtre du Soleil, a Coleção Dramaturgia, com textos de importantes autores contemporâneos, incluindo as premiadas peças Caranguejo Overdrive (de Pedro Kosovski), BR-Trans (de Silvero Pereira) e Krum (do israelense Hanoch Levin), e a coleção O Livro do Disco, que mergulha no universo de álbuns emblemáticos da discografia brasileira e estrangeira. Seu meu recente lançamento é Arte Brasileira para Crianças, com 100 artistas e atividades baseadas em suas obras.

Serviço

Título: Marcia de Moraes

Textos: Camila Belchior, Paulo Miyada

Entrevista: Loureço Egreja

Número de páginas: 152

Editora: Cobogó

ISBN: 978-85-5591-022-7

Encadernação: Capa dura

Texto: português e inglês

Formato: 21 x 27 cm

Ano de edição: 2017

Preço de capa: R$ 95,00

Lançamento Marcia de Moraes

Data: 21 de março

Horário: 19h às 22h

Local: Galeria Luciana Caravello – R. Barão de Jaguaripe, 387 – Ipanema

Telefone: (21) 2523-4696