Tintos e Tantos

ISBN-13: 9788525062963
ISBN-10: 8525062960
Ano: 2017 / Páginas: 360
Idioma: português
Editora: Globo Livros


Introdução

Em Tintos e Tantos, Tess é uma jovem de 22 anos que troca a cidade pequena pela por Nova York em meio ao verão rigoroso. Sozinha e morando num quarto alugado em Williamsburg, ela arranja um emprego de garçonete em um restaurante bem conceituado em Manhattan para pagar as contas. Sendo assim, sua vida muda drasticamente e ela entra num mundo completamento novo e inebriante.

Sobre Stephanie Danler

Foto -Stephanie Danler

Stephanie Danler, assim como a protagonista, também vive no Brooklyn, em Nova York, e, recém-chegada à cidade, seu primeiro emprego foi em um restaurante da moda, o Union Square Cafe. Ela é formada em Escrita Criativa pela New School.


Edições estrangeiras

26192646 31380867 29079091 3432219932494350

Narrativa

A narrativa peca em muitos aspectos, porém, Stephenie, coloca receitas e pelo fato de eu ser apaixonada por vinhos, me identifiquei. Mas Tess e os personagens que vão aparecendo em sua rotina, não cativam de maneira natural muito menos gradual. As experiências da jovem são vazias e por muitas vezes, passageira.

Tess vai para um mundo sem volta, regado a bebidas caras e drogas ilícitas, claramente não é um livro para todos. Tem romance? Até tem, mas não é daqueles que você torce até o fim para que as coisas de fato deem certo.

Se espera um livro romântico e doce de chicklit, pode esquecer. A trama de longe passa pelos clichês modernos. Temos a superficialidade da elite de Manhattan, frívola e enganosa.

A experiência foi de altos e baixos, Stephanie escreve um livro que narra um ano da vida de Tess trabalhando no restaurante e vivendo através de seu paladar. Não me surpreendi, mas também não me decepcionei. Não fui com expectativas, mas sinto que faltou um pouquinho mais.

Projeto gráfico

Adorei o projeto gráfico. Além de chamativo, tem tudo a ver com a proposta. A diagramação é confortável e a leitura fluiu bem.

Considerações finais

Tintos e Tantos peca pela estrutura, o desenvolvimento das situações e a narrativa acaba por ser raza e sem muitas surpresas. Tess é uma personagem que desenvolve pouco e os outros personagens não são bem estruturados, a narrativa lembra a de contos, onde você não pode esperar por mais detalhes. Tem uma premissa boa, mas que não foi bem explorada.