Na última terça, eu e alguns parceiros da Intrínseca tivemos a oportunidade de bater um papo com Raony, o criador da websérie que é um sucesso no Youtube, Girls In The House. Hoje é o lançamento do livro da Duny e uma oportunidade única é poder compartilhar um pouquinho do que o Raony nos contou sobre ele e sobre o futuro da websérie.

Resultado de imagem para girls in the house memes

Duny sendo… Duny!

Sobre a criação da série

Algumas faces de personagens ♥ Fruthyfera está ali!

Rao disse que desenhava aos 10 anos, especialmente quadrinhos. Entre suas inspirações ele citou Malhação (da época Júlia e Pedro) e Desperate Housewives. Ele decidiu fazer a websérie no The Sims por ser mais viável e no primeiro episódio chegou a 1.000 visualizações no primeiro dia, o que era muito na época. Rao também disse que sempre gostou de escrever e que quando escreve os roteiros da série, nunca sabe como vai terminar, ou seja, acaba sendo até uma surpresa pra ele. Curioso, não?

Ele também falou sobre as dificuldades e limitações que encontrou no The Sims e disse que utiliza alguns comandos para facilitar as gravações (scripts de animação) e alguns itens extras – principalmente cabelo (por exemplo, o da Fruthyfera) e poder modificar os tamanhos dos personagens – mas isso já impediu algumas personagens de serem como ele imaginou.

Sobre o futuro da série e novos projetos

A websérie como conhecemos pode ter 4ª e 5ª temporada (ele ainda não sabe), mas o que adiantou e que deixou todos bem animados é que finalmente saberemos quem é a Tia Ruiva e o motivo pelo qual ela ainda não apareceu na websérie. Ele disse que estamos bem perto de isso acontecer (todos vibram!) Ao perguntarmos sobre outros projetos, ele apontou dois: Chantagem e Demônia (uma websérie nova), de uma demônia que vem para a Terra para levar o pessoal para o inferno, porém sem dizer quando será lançada.

Sobre o livro

Rao segurando um exemplar de “Duny: Meu livro. Eu que escrevi.”

A ideia inicial do livro era algo mais visual, mas contou que teve liberdade para escrever o que acabou sendo uma experiência maravilhosa, incorporar Duny foi muito bacana e que todos vão poder ler e vão imaginar a voz dela quando estiverem lendo. Rao citou algumas passsagens e nos alertou para prestarmos bastante atenção em uma personagem chamada Nivea, pois existem passagens hilárias com ela (sem spoilers).

O livro é cheio de imagens e os começos de capítulos levam títulos em inglês.  O que podemos adiantar é que o livro é um conteúdo complementar a Girls In The House, ou seja, quem ainda não viu, vai querer ver… e quem já viu, saberá detalhes que não foram colocados na trama.

O livro é uma espécie de autobiografia da Duny (escrito em primeira pessoa), uma futura atriz, futura cantora… A expectativa com o livro é alta e o enredo da Duny escritora será incorporado aos episódios, talvez não seja o mesmo que veremos no mundo real, mas que será utilizado por ele.

Ansiosos pelo lançamento? Eu também estou!