A Menina Que Não Acredita em Milagres

ISBN-13: 9788581638157
ISBN-10: 8581638155
Ano: 2016 / Páginas: 327
Idioma: português
Editora: Novo Conceito


 

Introdução

Em A Menina que não acredita em milagres, Campbell, é uma jovem de 17 anos que sofre de uma doença grave: um câncer em fase terminal. E mesmo assim, ela não acredita em nada relacionado a religião, na cura e nos milagres. Resumidamente, Cam é uma menina de pouca fé e lida bem com isso, não sente mágoa. Tudo muda, quando sua mãe e irmãzinha Perry vão para uma cidade dos milagres, Promise. Lá, Cam vai se aventurar, mesmo que sem muitas expectativas. Mas é nesse momento, que as coisas podem mudar de figura.

Sobre Wendy Wunder Foto -Wendy Wunder

Enquanto não está passando o tempo com sua família, Wendy ensina yoga em torno de Boston e escreve no Grub Street. Sua primeira história foi publicada em The Gettysburg Review. The Probability of Miracles é seu primeiro romance.

Edições estrangeiras

10710505 1358913913448299 17231565 13623035

Narraitva

Cam é uma personagem muito interessante, pois ela tem uma visão de tudo de uma forma muito diferente do que estou acostumada com livros sick-lit. O ceticismo da personagem é algo que não me incomodou, pelo contrário, me motivou a conhecê-la ainda melhor. A trama do livro é diferente de tudo que já li, o que tornou a experiência única e enriquecedora. Cam é jovem, mesmo sabendo que tem o pouco tempo de vida, não fica se lamuriando, pelo contrário, ela vai e faz. A mãe de Cam é outra personagem bem interessante, a preocupação dela com o futuro da filha e a esperança de uma cura mesmo sabendo que isso é quase impossível.

A mensagem do livro é clara, não tem aquele tom chato de auto-ajuda e promove reflexões mesmo que não sejam tão sólidas quanto eu esperava. Falar sobre doença, fé e possibilidades, é preciso cautela e principalmente uma dose a mais de criatividada para não entregar o trivial. E isso acontece de maneira natural na escrita de Wendy.

Projeto gráfico

Eu adorei o projeto gráfico do livro, tem muitos elementos que estão presentes na narrativa. A diagramação está bem confortável e não encontrei nada que comprometesse a leitura como um todo.

Considerações finais

A Menina que não acredita em milagres, é um livro com um tom doce, envolvente e que no fim surpreende só pela forma como é conduzido. A construção da personagem e os acontecimentos, falam por si só. Uma boa experiência para quem gosta do gênero e uma boa leitura para quem está com ressaca literária.

 

A Menina que não acredita em milagres
Bom uso de referênciasÓtima descrição de ambientes
Melhor aproveitamento dos personagensNarrativa muito ágil
3.7Pontuação geral
Narrativa
Projeto gráfico
Personagens