Fervi Por Dentro, livro publicado pela editora Boa Nova, ensina as crianças a lidarem com a raiva e não deixarem que suas atitudes acarretem arrependimentos

Sabe aquela sensação que faz ferver por dentro e que dá vontade de sair quebrando tudo ou bater em alguém? Fervi por dentro, de Cleber Galhardi, publicado pela editora Boa Nova, vai mostrar aos leitores que é natural sentir raiva, porém há uma necessidade muito grande de controlá-la.

Geralmente as crianças não tem consciência quanto a proporção da raiva que estão sentindo, ou mesmo como lidar com ela. Esse fator pode trazer problemas para sua vida emocional, escolar e pessoal. É importante que elas entendam como devem agir diante dessa sensação.

O personagem que vai falar sobre este perigoso sentimento é o menino Aguar. Apesar do nome estranho, sua mensagem é edificante. A linguagem que ele utiliza parece bastante estranha no começo, pois ele reúne as primeiras letras e sílabas da frase e junta em uma palavra só.

Atenção. Muito cuidado com o JEMORA.
Ele pode nos trazer grandes problemas quando aparece em nosso comportamento.
Sabe o que é JEMORA? Não?
É simplesmente o Jeito Equivocado de MOstrar RAiva

 Aguar mostra as consequências de expressar a raiva erroneamente, e não só a possibilidade de atingir negativamente o próximo, aborda também os sentimentos que traz para si mesmo após se deixar levar pela irritação, como o arrependimento, culpa, enfim, aquela sensação estranha de quando as atitudes que os indivíduos tomam não são corretas.

Com um jeito bastante peculiar de se comunicar, o personagem vai desmistificar a raiva e ajudar o leitor a lidar com esse sentimento forte. Uma lição para a vida toda!

Ficha Técnica:
Autor: 
Cleber Galhardi
Gênero: Infantojuvenil
Formato: 27×27 cm
Páginas: 28
Preço de capa: R$10,90
ISBN: 978-85-8353-078-7

Sobre a Boa Nova Editora:
Em 1997, com o objetivo em atender o público espírita e espiritualista, surgiu a Boa Nova Editora que alcançou, logo nos primeiros anos, prestígio, reconhecimento e projeção nacional. A primeira publicação da editora foi o livro “Céu Azul”, psicografado por Célia Xavier de Camargo, seguida pelo best-seller “Renovando Atitudes”, psicografado por Francisco do Espírito Santo Neto. Hoje, com mais de dois milhões de livros impressos, a Editora Boa Nova é referência de sucessos editoriais. São romances, roteiros de estudo doutrinários, livros infantis e infanto-juvenis, assim como as obras básicas do Espiritismo e outras filosóficas que visam contribuir com o desenvolvimento espiritual e cultural de seus leitores. Paralelamente aos trabalhos doutrinários, e conscientes de seu papel social, os médiuns e escritores que atuam junto à Boa Nova fazem com que os recursos obtidos com a venda de suas publicações sejam revertidos para diversos projetos sociais e assistenciais, inclusive, para a manutenção das atividades da Sociedade Espírita Boa Nova.