Para os amantes de uma boa história de mistério, suspense e casos policiais, a obra Os Contos de New Locked City, de P.P. Rodd, é a pedida perfeita. No livro, um amigo em comum de diversos personagens comete suicídio logo no início da trama, mas uma série de fatos estranhos faz um solitário detetive iniciar uma investigação, desconfiado dos reais motivos dessa morte.

Para ele, o rapaz não tinha motivos para se matar, já que estava no ápice de sua carreira. Além disso, durante o funeral, sentia que todos os “amigos” presentes, a elite da cidade, não estavam tão tristes assim com aquela partida. Insatisfeito com o laudo do óbito – que, para ele, estava inconclusivo –, o detetive vai em busca de evidências que apontem para o assassino, recebendo também a ajuda de uma curiosa legista.

A história é contada através de diários, gravações, anotações e rascunhos, do ponto de vista das personagens, alternando entre a trama principal e a trama paralela – nesta, os personagens secundários, que geralmente são os suspeitos, revelam segredos do passado, em que se arrependem profundamente, fazendo o leitor suspeitar de qualquer um. Além disso, cada capítulo se inicia com uma ilustração, contendo uma pista do que ele vai encontrar pela frente.

Os Contos de New Locked City é um livro de tirar o fôlego, recheado de elementos que permeiam a cultura pop (corridas clandestinas, conflitos da máfia italiana e uma cidade fictícia baseada em Nova York). A obra leva o leitor a toda uma sombria atmosfera de suspense, transportando-o a uma verdadeira investigação policial.

Sobre o autor

P. Rodd é a mente por trás de todos os mistérios que permeiam Os Contos de New Locked City. Apaixonado por contar histórias desde os 14 anos, escreveu o livro em meados de 2009, em um blog, dando aos personagens os nomes e características de seus amigos como uma forma de homenageá-los.