O novelo do verbo

ISBN-13: 9788555078323
ISBN-10: 8555078326
Ano: 2017 / Páginas: 140
Idioma: português
Editora: Fragmentos

Introdução

Vocês tem o costume de ler poemas? Eu tenho. Desde pequena fui encantada por livros de poemas e poesias e ficava encantada como em tão poucas palavras podemos expressar tantos sentimentos.

Em O Novelo do Verbo, somos convidados a entrar no emaranhado dos primeiros poemas de Guerra. Versos intensos, apaixonados e cheios de sentimentos que levam o leitor a um mundo único e ao mesmo tempo presente em nosso cotidiano de forma atemporal e bastante reflexiva.

Sobre Guerra

Foto -Diego Guerra

Diego Guerra, quem assina seus trabalhos por GUERRA, nasceu em 1995, natural de Ribeirão Preto – SP. Atualmente, vive em São José do Rio Preto – SP, onde cursa Licenciatura em Letras, pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP, com habilitação em Língua Portuguesa e Inglesa, e desenvolve sua pesquisa na área da Literatura Brasileira.

Narrativa

A narrativa se atém a promover sentimentos e reflexões sejam situações de saudade, amor, fé e por aí vai. Guerra tem bagagem em sua escrita, um repertório que agrada o leitor mais jovem e o que já não está tão jovem assim. O ato de colocar sentimentos e descrevê-los em palavras, não é uma tarefa fácil, mas Guerra faz com maestria.

O que mais me agrada em ler poemas é que às vezes temos reflexões muito mais intensas com elas do que com romances de 500 páginas. É o que acontece ao ler este livro em específico, somos convidados a entrar em um universo intenso, cativante e em alguns momentos, nostálgico.

Projeto gráfico

O projeto ficou bastante interessante, desde a concepção da capa quanto na diagramação. O livro tem um conceito e não foge disso em momento algum, tornando a leitura ainda mais prazerosa.

Considerações finais

O Novelo do Verbo, foi uma experiência agradável e muito curiosa. Guerra tem o domínio da formação de seus versos e de seus pensamentos. Deixando a leitura muito fluída e convence o leitor da melhor forma: com sentimentos legítimos e reflexões pós leitura. Ainda não se aventurou lendo poemas? Eu sugiro que reveja seus conceitos lendo O Novelo do Verbo.

Total
1
Shares

comentários

  1. Amy!
    Também amo livros de poesias, sempre tenho um por perto.
    O que me deixou bem intrigada foi o autor escolher justo o tem de Guerra para seus poemas e como gosto dos livros ambientados nelas, fiquei curiosa.
    Deve mesmo trazer grande reflexão.
    Desejo um mês mais que abençoado, carregadinho de luz e paz e uma semana esplendorosa!
    “Acredite, existem pessoas que não procuram beleza, mas sim coração.” (Cazuza)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

  2. Amy,na época em que eu estudava,sempre visitava a biblioteca da escola , atrás de livros de poesia.
    Tanto que até hoje guardo em uma agenda,as poesias que mais me tocavam.
    Ler sobre sentimentos em forma de versos ou poesias, sempre me faz me identificar com algum. E assim não sinto que sou à única a ter tais sentimentos.
    E como alguns me ajudam!

    Eu gostei da dica do livro O Novelo do Verbo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*