As Crônicas de Marte

ISBN-13: 9788580418033
ISBN-10: 8580418038
Ano: 2018 / Páginas: 496
Idioma: português
Editora: Arqueiro


Introdução

As Crônicas de Marte, é composto por 15 contos que abordam um dos mais interessantes planetas do sistema solar, Marte. Escrito por vários autores de escritas diferentes, mas que no conjunto da obra, proporcionaram boas tramas e o tema não foi mero detalhe.

Sobre George R. R. Martin

George R. R. Martin nasceu em Bayonne, Nova Jérsei, filho de um estivador, cuja família de classa operária vivia perto das docas de Bayonne. Martin começou a escrever contos de ficção científica no começo da década de 1970, apesar de o início de sua carreira não ter sido fácil (uma de suas histórias foi rejeitada por diferentes revistas 42 vezes), ele nunca se desencorajou; anos depois ele venceria seu primeiro Hugo Award e Nebula Award por um de seus contos.

Sobre Gardner Dozois

Gardner Dozois já ganhou quinze prêmios Hugo por seu trabalho como editor, além de dois prêmios Nebula como escritor, na categoria melhor conto. Foi editor da Asimov’s Science Fiction por vinte anos e já escreveu e editou mais de cem livros, incluindo vários volumes da The Year’s Best Science Fiction.

Edições estrangeiras

15849699 24717391 23607879

Narrativa

Discorrer sobre os 15 contos, tornaria a resenha enorme e massante, portanto, falarei sobre as que mais me chamaram atenção.

O conto que dá início a antologia, Sangue Marciano, escrito por Alan Steele, é uma leitura muito agradável. Marte como um planeta turístico e habitável, onde terráqueos e marcianos (shatans) convivem. O progatonista é Jim Ramsey é um guia turístico contratado por um cientista para localizar shatans conseguir uma amostra de sangue, para comprovar uma teoria. O tema tem total importância na trama, mas Alan consegue incorporar questionamentos densos a cerca dos comportamentos e da cultura. Escrito em primeira pessoa, Jim é um personagem bem marcante e com características bem engenhosas.

Escrito no Pó, por Melinda Snodgrass, também foi uma supresa muito agradável. Na trama, Stephen é um viúvo brusco, que após a morte de sua esposa ficou ainda pior.

Projeto gráfico

Ainda bem que a Arqueiro fez uma capa diferente da publicação original. Muito melhor trabalhada nas cores e nos dá um “panorama” muito mais agradável do planeta. O trabalho gráfico foi bastante cuidadoso e a leitura não foi afetada.

Considerações finais

As Crônicas de Marte, é um livro maravilhoso. A organização de George Martin e Gardner Dozois já não é novidade, mas conseguiram selecionar bons contos e que trazem o tema de diversas maneiras, sendo assim, proporcionando experiências interesantes e envolventes por si só.  Espero que ambos publiquem muito mais antologias, pois temos acesso a vários autores que até então não tinhamos conhecimento. Marte é um planeta rico e até então “pouco” utilizado em tramas, foi muito curioso e uma experiência ímpar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*