Há seis anos sem expor no Rio de Janeiro, George Iso apresenta a exposição Pinturas Abstratas, de 10 a 28 de abril, na Galeria Patricia Costa, em Copacabana. O artista mostra ao público 12 telas em grandes formatos, impregnadas pelas cores e texturas de cidades como Rio, Londres, Barcelona, Paris, Estocolmo e Washington, onde viveu nas últimas décadas.

Red Tree

Para George Iso, seu trabalho é o resultado de uma procura sem fim. Do azul suave e aquoso de Blues and Jazz ao vermelho vibrante de Red Square, ou o cinza de Urban Traps, sua palheta é convocada a acalmar ou provocar os observadores que viajam pelas telas. Sem se afastar do abstracionismo em 30 anos de carreira, o artista considera seu embate cotidiano com a pintura como um ato de amor e resistência cultural.

“Me deparo com o branco da tela e sinto o vazio e o prazer do espaço e da matéria. Ritual que não se repete porque a pintura abstrata foge a todo controle, cada tela tem sua vida própria, camadas de tinta que se sobrepõem criando a contradição da urbanidade, a ilusão do infinito. De parar o relógio ou dobrar uma esquina, ir e voltar. Como numa relação amorosa”, explica o artista, que em 2019 fará mais uma individual na Caféothèque de Paris.

Depois de duas décadas sem publicar, Iso aproveita a noite de abertura da exposição para lançar seu quinto livro, Paris não é uma festa. A obra tem orelha escrita pelo amigo Fernando Gabeira e contracapa de Alan Riding, correspondente do New York Times em Paris por mais de 20 anos. George Iso é autor também de Anti-inefável, Fragmentos no prato, Ironia e Rio-Paris-Stockholm.

Sobre o artista –  George Iso nasceu no Rio de Janeiro, em 1948. Começou a pintar em 1968, quando estava na faculdade de Arquitetura, sob influência do pai, um pintor “de domingos”, como define. Desde então, vem se dedicando às artes plásticas com mais de 60 exposições, individuais e coletivas, realizadas em diferentes países.

Nos últimos cinco anos participou de individuais na Picasso Gallery, em Washington, na Beatrix Roads, em Buenos Aires, e na Galerie Evi Gougenhein, em Paris.

Serviço

George Iso – Pinturas Abstratas

Abertura: 10 de abril, às 19h

Local: Galeria Patricia Costa – Av. Atlântica, 4240, loja 226, Copacabana.

Telefone: (21) 2227-6929.

Visitação: De segunda a sexta-feira, das 11h às 19h. Sábados, das 12h às 18h.

Período da mostra: 11 a 28 de abril de 2018

comentários

  1. Amy!
    Será bem no dia do meu aniversário, pena que é tão longe.
    Desejo uma ótima semaninha!
    “De vez em quando eu não sei o que fazer comigo mesmo e com o meu gênio. É um saco estar sorrindo e dois minutos depois chorando.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA ABRIL – ANIVERSÁRIO DO BLOG: 5 livros + vários kits, 7 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

  2. Que grande artista! 2 décadas sem publicar foi muito tempo, imagino que as publicações estejam melhores ainda com essa espera toda. O evento acontece próximo de casa e como ainda está em tempo talvez dê uma passada nesse fim de semana pra acompanhar.
    Bjs

  3. Gostei da forma em que o pintor retrata as cidades com tons que imagina que cada lugar possui.
    E além de pintar, também escreve.

    Eu gostaria muito de comparecer !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*