Já se foi o tempo em que ser um aficionado por leitura, ciência e games era motivo de bullyng na escola. Os Geeks são a geração tecnológica, consomem tudo o que há de pop no mundo como computadores, games, filmes e livros. Eles estão sempre atentos às novidades deste universo e procuram todas as referências sobre direção, autores, atores e inteligências utilizadas na tecnologia da informação.

Esses desbravadores da cultura pop, diferentemente da visão estereotipada do passado, são extrovertidos e antenados. Deixaram de ser os esquisitões da escola e influenciam uma parcela significativa dos jovens.

Apesar de toda essa busca incessante por novidades e, com elas, ser o primeiro a saber de tudo, esses aficionados sabem que um clássico é extremamente importante para a formação do conceito que buscam. Neste sentido, como exemplo os livros, eles sempre procuram novas edições, capas e traduções do que há de mais fundamental da cultura Geek.

Pensando na importância das publicações originais deste universo, a Editora Edipro publicou as obras A Máquina do TempoO Homem InvisívelA Volta ao Mundo Em 80 DiasFax de Sarajevo (HQ)DráculaO Médico e o Monstro e Frankenstein. Todas elas fizeram parte do gatilho que fez a cultura Geek expandir.


O homem invisível, de H. G. Wells

Publicado pela primeira vez em 1987, O homem invisível figura como uma das mais famosas obras de ficção científica já escritas. Faz parte de uma série de romances produzidos no início da carreira de H. G. Wells, um dos pioneiros e mais reconhecidos nomes da literatura fantástica. A história se passa na Inglaterra. O ambicioso cientista Griffin, após desenvolver uma fórmula que o torna invisível, perambula com o rosto coberto por bandagens, intrigando os habitantes de um vilarejo. As pequenas confusões e os acidentes cômicos causados por sua peculiar condição logo revelariam o terror de um homem que perde a própria imagem.

Editora: Via Leitura – Assunto: Literatura estrangeira – Preço: R$ 37,00 – ISBN: 9788567097145 – Edição: 1ª edição, 2017 – Tradução e notas: Marina Petroff Garcia – Tamanho: 14×21 – Número de páginas: 160


A máquina do tempo, de H. G. Wells

Um texto clássico para o leitor de ficção científica. Publicado em 1895, A máquina do tempo é considerado um dos primeiros romances a tratar do conceito de viagem no tempo. O personagem central, um cientista apresentado na trama apenas como o Viajante do Tempo, constrói uma máquina capaz de viajar pela quarta dimensão. Foi o primeiro romance publicado por H. G. Wells. Seu sucesso instantâneo na época abriu as portas para todo um novo gênero literário que até hoje agrada a leitores de todas as idades.

Editora: Via Leitura – Assunto: Literatura estrangeira – Preço: R$ 31,00 – ISBN: 9788567097381 – Edição: 1ª edição, 2017 – Tradução: Marina Petroff – Tamanho: 14×21 – Número de páginas: 112


A volta ao mundo em 80 dias, de Júlio Verne

Uma das obras mais conhecidas e impressionantes de Júlio Verne, A volta ao mundo em 80 dias é um divertido romance de aventura. A jornada do metódico lorde inglês Phileas Fogg e de seu destemido criado Passepartout começa com uma inesperada aposta em um clube de cavalheiros londrino. Mas como completar uma volta na Terra em 80 dias? – eis o grande desafio dos heróis da trama. As estratégias de Fogg levam a dupla a enfrentar fanáticos religiosos no interior da Índia, tormentas marítimas a caminho do Japão e até tribos indígenas nos Estados Unidos.

Editora: Via Leitura – Assunto: Literatura infantojuvenil – Preço: R$ 45,00 – ISBN: 9788567097367 – Edição: 1ª edição, 2017 – Tradução: Daniel Aveline – Tamanho: 14×21 – Número de páginas: 224


Fax de Sarajevo, de Joe Kubert

Em abril de 1992, começa o cerco a Sarajevo, o mais longo da história das guerras modernas e que resultou na morte de mais de 12 mil bósnios. O editor de quadrinhos Ervin Rustemagić e sua família viveram os horrores desse conflito. Após terem a casa bombardeada por tropas sérvias, causando a perda de uma vasta coleção de originais de grandes artistas dos quadrinhos, Rustemagić, sua esposa e filhos buscam a sobrevivência de abrigo em abrigo na cidade devastada. Seu único meio de comunicação com seus antigos amigos pelo mundo é por um velho aparelho de fax. Foi a partir desses faxes enviados pelo editor que a lenda dos comics norte-americanos Joe Kubert, que decidiu registrar em quadrinhos os dois anos e meio de privações e medo dessa família na cidade sitiada.

Editora: Via Leitura – Coleção: Quadrinhos Via Leitura – Assunto: Quadrinhos/Jornalismo – Preço: R$ 79,90 – ISBN: 9788567097343 – Edição: 1ª edição, 2016 – Acabamento: Capa dura – Tradução: Filipe Faria – Adaptação à edição brasileira: Sidney Gusman – Tamanho: 21×27 – Número de páginas: 208


Drácula, de Bram Stocker

“Bem-vindo à minha casa. Venha livremente. Vá em segurança; e deixe um pouco da felicidade que você traz!” Assim se apresenta o conde Drácula ao intrigado Jonathan Harker e ao cânone da literatura mundial. Nascia então, pela pena de Bram Stoker, a mais célebre encarnação dos demoníacos strigoi, os vampiros que há séculos habitam o imaginário de tantos povos. O protagonista é comumente associado à figura de Vlad Tepes, ou Vlad, o Empalador, príncipe da Valáquia do século XV que passou à história por sua crueldade e seu sadismo, mas também por sua luta contra a expansão islâmica na Europa.

Editora: Via Leitura – Assunto: Literatura estrangeira – Preço: R$ 49,90 – ISBN: 9788567097374 – Edição: 1ª edição, 2017 – Tradução: José Ignácio Coelho Mendes Neto – Tamanho: 16×23 – Número de páginas: 384


O médico e o monstro – O estranho caso do Dr. Jekyll e do Sr. Hyde, de Robert Louis Stevenson

Misturando elementos de ficção científica e de horror, O médico e o monstro é uma das principais novelas góticas do século XIX. Publicado por Robert Louis Stevenson em 1886, o livro é considerado pelo autor de terror Stephen King um dos três grandes clássicos do gênero – ao lado de Drácula e de Frankenstein. O médico e o monstro traz elementos inovadores ao gênero de horror, como o transtorno de dupla personalidade, por exemplo. Com referências aos assassinatos cometidos por Jack, o estripador, na Londres vitoriana, chegou a inspirar um novo termo no dicionário inglês: Jekyll and Hyde, como são chamadas as pessoas moralmente dúbias.

Editora: Via Leitura – Assunto: Literatura – Preço: R$ 24,50 – ISBN: 9788567097527 – Edição: 1ª edição, 2018 – Tradução: Alexandre Barbosa de Souza – Tamanho: 14×21 – Número de páginas: 96


Frankenstein, de Mary Shelley

Frankenstein é considerada uma das maiores e mais fascinantes histórias de terror de todos os tempos. A obra de Mary Shelley quebrou paradigmas e lançou vários aspectos importantes para a literatura de ficção. O livro narra a história do ousado doutor Victor Frankenstein, cientista que se lança no experimento de retomar a vida de um ser inanimado. Isso resulta na concepção de uma criatura sobre-humana e monstruosa que passa a lhe perseguir tornando-se um arquétipo de seu próprio criador. Entre vários aspectos geniais, também se destaca a abordagem das dualidades humano/inumano e natural/artificial.

Editora: Via Leitura – Assunto: Literatura – Preço: R$ 35,00 – ISBN: 9788567097466 – Edição: 1ª edição, 2017 – Tradução: Alexandre Barbosa de Souza – Tamanho: 14×21 – Número de páginas: 224

comentários

  1. Confesso que desde nova sou uma nerd( era esse o termo usado em meu tempo),e continuo sendo nos termos atuais uma geek. 🙂
    E adorei todos os lançamentos desses clássicos. Em especial do livro “Drácula”.

    Gostei das novidades!

    Abraços

  2. Realmente os geeks estão bem na moda, confesso que gosto desse universo e desde um tempo sempre me identifiquei com ele. Esses lançamentos de clássicos são maravilhosos, quero muito o “Drácula” e “O Homem invisível”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*