Um Mundo Brilhante – T. Greenwood

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788563219411
Ano: 2012
Páginas: 336
Comprar: R$ 25,40

Quando o professor Ben Bailey sai de casa para pegar o jornal e apreciar a primeira neve do ano, ele encontra um jovem caído e testemunha os últimos instantes de sua vida. Ao conhecer a irmã do rapaz, Ben se convence de que ele foi vítima de um crime de ódio e se propõe a ajudá-la a provar que se tratou de um assassinato. Sem perceber, Ben inicia uma jornada que o leva a descobrir quem realmente é, e o que deseja da vida. Seu futuro, cuidadosamente traçado, torna-se incerto, pois ele passa a questionar tudo à sua volta, desde o emprego como professor de História, até o relacionamento com sua noiva. Quando a conheceu, Ben tinha ficado impressionado com seu otimismo e sua autoconfiança. Com o tempo, porém, ela apenas reforçava nele a sensação de solidão que o fazia relembrar sua infância problemática. Essa procura pelas respostas o deixará dividido entre a responsabilidade e a felicidade, entre seu futuro há muito planejado e as escolhas que podem libertá-lo da delicada teia de mentiras que ele construiu. Esta, enfim, é uma história fascinante sobre o que devemos às pessoas, o que devemos a nós mesmos e o preço das decisões que tomamos.

proibido

Introdução

 É um livro que me encantou pela sinopse e até pela capa, como disse num post anterior. Não conhecia a autora, e gostei bastante da narrativa que flue rapidamente. Ela é autora de 6 romances e esse é o primeiro que a Novo Conceito nos trás, o que possivelmente iremos ver outras obras dela em breve, pois esse livro é uma boa estreia no Brasil.

Narrativa

Ben é um personagem bem interessante, por ser alguém tão “fracassado”, que perde o emprego como professor e não é um bom marido pois esconde muitos segredos da esposa (Sara) até mesmo no momento quando ela mais precisa dele. Tinha uma vida nos eixos até que encontra o corpo de um garoto (Ricky) na neve e passa a querer investigar o assassino. A vida dele vira ao contrário, conhece a irmã dele (Shadi) e passa a nutrir um sentimento esquisito pela mesma. É uma narrativa bem gostosa e que as páginas viram automaticamente. Cada capítulo e cada mundo (o livro é divido em mundos de cores, começamos pelo mundo vermelho). Essas cores tem muito a ver com as ações que vão ocorrendo na vida desses personagens, principalmente de Ben. A narrativa não é previsível e deixa algumas lacunas para o leitor refletir. É um livro que no primeiro momento passa a sensação de auto-ajuda, mas que não tem nada a ver com isso. Sim, ele discorre sobre a perda e como as pessoas se unem pelo luto, até mesmo de um desconhecido pois nele é possível ajudar aquele que está sofrendo. Mas não dá soluções nem respostas prontas para o sentimento. Os capítulos são curtinhos então fazem com que leia vários e nem perceba o quanto progrediu.

Momento Macchiato

“A cerca ao redor do quintal não tinha mais do que 1,80 metros de altura; alguém poderia vê-los ali, e Ben ficou um pouco acanhado quando entraram na piscina, ainda nus. O ar estava mais frio do que a água, e baixo, olhando para o céu. Com a água cobrindo-lhe os ouvidos, ele prestou atenção e conseguiu ouvir o coração batendo nas suas têmporas. E pensou na sua vida. Sobre como ela era limpa e brilhante. Como tudo era cintilante. E dourado.” – pág 210

Considerações Finais

A obra é definitivamente brilhante, porém o final me deixou com algumas lacunas para serem preenchidas. Lê-lo nesse calor infernal de verão foi um balde gostoso de água fria, pois é totalmente oposto do que passamos e nos levam a um mundo totalmente diferente do nosso. Os dados do livro são bem reais, todas a cidades que ele indica existem e os produtos também, acho interessante quando a narrativa te propõe conhecimento de um lugar pelo o qual nunca visitamos e que passamos a fazer parte do mesmo quando lemos. É fantástico e indicado para todo mundo que busca esse gênero.

comentários

  1. Ganhei esse livro e estou louca para lê-lo. As resenhas que vi sobre o livro estão sendo bem positivas, o que só aumentar a minha curiosidade.
    A capa é realmente encantadora.
    Gostei muito de saber que as informações a cerca dos lugares são bem reais. Dá um gostinho especial.
    Bjão Aymée!!!

    -Amigas Entre Livros-

  2. É muito bom Pabline, gostei super da história, espero que goste tanto quanto eu.
    o/
    beijos ;***

  3. Amyy me convenceu a ler esse livro HAUSHAUHSUAHUSH. Amei sua resenha, como sempre arrasando o/

  4. sabe, tenho uma vontade enorme de ler esse livro! Parece ser um livro tão bom, sem contar que a capa é linda também né?

    Parabéns pelo blog amore ^^ Beijinhos

  5. Oi Aymee!
    Eu recebi esse livro da NC, mas ainda não li.
    Que bom que você gostou, me animou a ler ^^
    E gostei de saber também que o livro “refrescou”, realmente anda fazendo muito calor.

    Beijos,
    Sora – Meu Jardim de Livros

  6. Aaai que bom, mais uma resenha maravilhosa sobre o livro! Como eu te disse, é a minha leitura atual, preciso comprar um caderno novo para fazer minhas anotações antes… 😡
    Espero me encontrar de alguma forma no livro, estou em uma fase meio deprê então que Ben me ajude também!

    Beijos!

  7. Espero que goste bastante Sora. O livro é lindo. Cheio de citações maravilhosas ‘-‘
    beijos!

  8. ‘-‘ fico feliz que tenha gostado da resenha.
    Como é a sua próxima leitura, espero que goste muito muito muito.
    beijos Jeh!

  9. ‘-‘ espero que leia rapidinho.
    eu li em 2 dias de tão fluída que foi a trama.
    Amei mesmo.
    beijos

  10. Já tinha visto esse livro em outros lugares e me encantei também pela capa, muito linda mesmo e a história parece ser boa também, já coloquei na minha próxima lista de compras.

    Beijos, Aymee

  11. Espero poder ler “Um mundo brilhante” rapidinho. Estou gostando do livro em cada resenha que elio *–* Adorei o o estilo da sua resenha, bem dividida e escrita! 😀

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

  12. Olá flor,
    Obrigada pela visita..adorei 😀
    Que dica de leitura bacana, não conhecia!
    ótimo fds, beijos Té
    lolaporlola.blogspot.com

  13. Nossa, parece ser bom mesmo.
    Cheguei ao seu blog por meio do Skoob e gostei bastante do que vi. Você faz um excelente trabalho.
    Se puder dê uma passadinha no meu.
    Beijos!

  14. @Lucas Maia, é linda a capa né? eu gosto mais da americana por ser mais lúdica, mas essa passa mais o teor de reflexão, gosto muito também.
    beijos, Lucas!

  15. @Pam Fardin, vai ler sim Pam. É tão gostosa que mal vê passar.
    fico feliz que tenha gostado, tentei expressar ao máximo tudo o que vi e gostei.
    ‘-‘
    beijos

  16. @Akemi Takarai, muito obrigada pelo elogio, fico feliz que tenha gostado Akemi, seja bem vinda sempre viu? ‘-‘
    adoro quando gostam do que escrevo. o/
    vale a leitura.
    beijos ‘-‘

  17. @Isa Zanon, obrigadaaaaa Isa, fico feliz que tenha gostado. Seja bem vinda e espero que volte sempre.
    É claro que vou visitar seu blog o/
    indo pra lá agora.
    beijos

    Amy

  18. Olá Aymee;
    Parabéns pela resenha *-*
    Estou lendo o livro, e minha opinião segue os mesmos pontos da sua. A história é incrível, e tem muita coisa interessante – principalmente a escrita da autora.
    Em certo momento do livro, pensei sobre o possível final – apesar de não ser previsível – e meu único medo era que algo deixasse a desejar. Sabendo agora sua opinião, talvez não se torne “decepcionante”.

    Beijos e novamente parabéns.
    Ricardo – http://www.overshock.blogspot.com

  19. Obgrigado pela visita lá no blog.
    Adorei a resenha, muito boa.
    Seguindo 😀
    Bjs
    neversaynever-believe.blogspot.com

  20. Adorei a resenha, flor!
    Eu adorei o livro, também *o*
    O Ben é que às vezes me dava nos nervos, aii 😛 haha

    Beijo grande :*

  21. Me lembrou MUITO A menina que roubava livros. Acho que principalmente por envolver cores. Quero tanto esse livro, apesar de ainda estar meio pé atrás com ele

  22. Olha eu aqui comentando de novo :p

    Então, adorei a capa do livro. Sei que a história do livro é boa porque enfim, ele conseguiu te agradar, e mais opiniosa que você…não existe. 🙂

    Beijos -D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*