Um Mundo Chamado Timidez – Leanne Hall 

Um Mundo Chamado Timidez

Edição: 1
Editora: LeYa
ISBN: 9788580440294
Ano: 2012
Páginas: 224
Comprar: R$ 25,41

Uma menina numa missão para esquecer. Um garoto que uiva. No subúrbio de Timidez, onde o Sol nunca nasce e as fronteiras crepitam com uma energia estranha, MeninoLobo conhece uma estranha no Hotel Diabetic. Ela fala o seu nome: MeninaSelvagem, e ela o desafia a ser o seu guia pela noite sem fim. Mas eles são assaltados pelos Moleques. E o que acontece está se movendo, despreocupado… perigoso. Há coisas que apenas podem ser ditas na escuridão. E uma longa noite é tempo suficiente para mudar uma vida.

proibido

Introdução

É um livro que me encantou pela capa, pela sinopse e por ser o primeiro trabalho da autora. Um mundo totalmente diferente do nosso, personagens cativantes e muito simbólicos. Uma noite pode durar muito mais tempo do que imaginamos. Um livro que segue uma linha de raciocínio e de ações que não se contradiz. O livro não parece bom. Ele realmente é. É um livro que simboliza a volta da minha vontade em ler e crer que algo muito bom pode ser descoberto através da escrita. Não é que não tenha lido livros bons ultimamente. Nesse livro não houve bloqueios ou pausas que me deixaram sem vontade de continuar. A vontade maior era de ficar mais tempo naquele mundo. Gótico, pitoresco e totalmente atemporal.

Narrativa

A narrativa de Leanne faz com o que o leitor entre de verdade na narrativa e passeie juntamente com os personagens. MeninaSelvagem e MeninoLobo aos poucos vão mostrando o contraste que há entre ambos. Embora tenham histórias diferentes e igualmente fascinantes. MeninaSelvagem é totalmente determinada, corajosa e destemida. MeninoLobo, habitante de Timidez é a insegurança e a bondade em pessoa. Ambos saem em busca de uma jornada atrás de um artefato importante para MeninoLobo um esqueiro, o único objeto que carrega consigo foi roubado por uma gangue de pivetes da Cidade dos Orfãos. Gosto do modo como o livro fala sobre a noite. É um livro que não possuem ações ou cenas fortes para quem o lê. Mas os momentos antes do clímax você compreende algo além do mesmo. Uma narrativa simples, bem colocada e muito humilde. A autora não usa de jargões ou palavras inutilizáveis por nós, mas ao mesmo tempo faz com que a leitura engrandeça em ambientação.

Momento Macchiato

Se eu pudesse quotear o livro todo, eu o faria. Mas tive que escolher apenas um.

“Não acredito como ela é engraçada. Tirei a sorte grande aqui. Se eu fosse uma pessoa diferente, se minha vida fosse menos complicada, se tivesse mais a lhe oferecer do que apenas tristeza, se não me sentisse tão cansado do peso do mundo todo me pressionando, então este seria o momento em que eu tentaria beijá-la.” – pág 94

Considerações Finais

Um livro que tem uma pegada mais leve que A Garota dos pés de Vidro, mas que mantém a magia de nos trazer algo simples e bem bolado.  Como a combinação perfeita entre o a ausência de luz (preto), presença (branco) e a cor escarlate.

Indicado para

quem gosta de histórias criativas, inteligentes e muito diferente das que estão acostumados. A sequência do livro se chama Queen of  the Night. Sim tem sequência, mas merece atenção!

comentários

  1. aaaaai que linda essa quote! Disse tudo, Amy. Super indicado, com certeza. Depois que começou até sentada na privada é capaz de você ler

    *-*
    MeninaSelvagem, i love u

    ;**

  2. Assim que comecei a ler sua introdução corri no submarino pra ver o preço e tal, vou comprá-lo, o tipo de livro que me encanta e alucina, adoro. E amei sua resenha, sempre tão perfeita, dessa vez vc se superou .
    Parabéns querida .*,*
    Beijinhos, Viviane.
    Razão e Resenhas

  3. @Viviane Blood, fico muito feliz que tenha gostado da resenha. O livro realmente me pegou de jeito. ‘-‘ Ansiosíssima pela continuação. o/
    obrigada pelos elogios.
    Volte sempre viu querida?
    seus comentários fazem valer a pena.

  4. Depois de você declarar-se apaixonada pela capa e tudo o mais eu já fiquei na vontade de ler, e agora? Bem… Preciso desse livro. Parece ser realmente bem interessante. Adorei o desenho *-*

    Beijos, Amy lindona *-*

  5. Ah! Quero pra ontem! Já tinha comentado sobre a sinopse interessantíssima.
    A Garota dos Pés de Vidro tá na minha lista de leitura também.
    Esses livros simples são ótimos pra sair da correria do dia a dia…

    Beijos!

  6. Humm… Primeira vez que vejo falar desse livro. Também gosto de livros com estórias simples, mas que cativam enormemente. Adorei a quote. De verdade.

    Beijo.

  7. Nunca tinha ouvido sequer falar nesse livro.Mas, algo nele chama minha atenção.Talvez, seja o enredo que parece fugir um pouco do trivial, do comum..sei lá!
    Ele pode ser considerado infanto-juvenil?
    Bjs,amiga!
    Ta doro…mega sempre!!
    Zilda Mara

  8. Oi Zildones, tudo bom?
    Ele é infanto-juvenil.
    Foge os padrões mesmo…
    vale a leitura.
    beijos

    😀

    também te adoro o/

  9. Louca por esse livro *-*
    Quero muito ler e só estava esperando o preço cair um pouco para comprar.

    Pelo jeito que você descreveu já vi que devo gostar bastante.

    Beijitos

  10. ADOREI! Ainda mais depois que tu comparou com A garota dos pés de vidro, que eu adorei! Já ia comentar que era mais ou menos o mesmo estilo, só pelo que tu escreveu, ainda mais na parte da narrativa…
    Nunca tinha ouvido falar, mas me interessei muito! Com certeza vou ler 😀

  11. Nossa adorei adorei adorei, amooo esses tipos de livros que me fazem virar e revirar a sinopse e resenha em busca de mais! Adorei esse porque parece ser leve, simples e ao mesmo tempo emocionante, diferente e surpreendente.
    Além disso gosto muito da forma como você elabora suas resenha Amy, queria eu ter essa criatividade, rsrs.
    Beijos.
    Se puder, dá uma passadinha lá no blog.
    http://serietrinita.blogspot.com.br

  12. Oi Aymee
    vim correndo ler sua resenha kkkkkkk
    eu já estava louca para ler o livro quando chegou o catálogo da editora para os parceiros, mas infelizmente fui lerda e não consegui pedir rs
    Enfim, depois da sua bela resenha, sem dúvida este será uma das minhas comprinhas de maio.
    Bjos

  13. Confesso que às vezes sou preguiçosa pra ler, tenho que ler vários livros que tenho guardados aqui, mas depois de ler a quote que você postou, vou me obrigar a ler este livro também.
    Amo histórias que saem do convencional, fiquei curiosa pra ler *-*
    Beijos!

  14. Oooi Aymée!
    Tudo bom querida?
    Então terminei de ler o livro hoje e vim correndo ler sua resenha.

    Eu gostei da história, mas achei que o livro não me prendeu tanto para saber o que mais iria acontecer, talvez por se tratar de uma noite só ele ficou muito leve, leve até demais.
    Mas é bom. Gostei da narrativa intercalar entre os dois personagens é muito interessante saber a versão dos dois.

    Beijinhos.

    http://www.pausaparaumcafe.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*