Ladrão de Almas

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630373
Ano: 2012
Páginas: 432

No turno da noite em um hospital em Maine, Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, ela muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos, Lanny não é como outras pessoas que Luke já conheceu. Ele é, inexplicavelmente, atraído por ela… mesmo ela sendo suspeita de assassinato. E conforme ela conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassa tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido. Seu relatório apaixonado começa na virada do século XIX na mesma cidadezinha de St. Andrew, Maine, quando ainda era um templo Puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela paga é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua cura e salvação a depende totalmente de seu passado. De um lado um romance histórico, de outro uma história sobrenatural, The Taker é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir — e como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.

proibido

Introdução

Eu esperava bastante do livro, havia lido a sinopse. Me interessado, tanto que quando ele chegou em casa, não hesitei e peguei pra ler. Porém, o que encontrei não me agradou.

Narrativa

A narrativa de Alama Katsu, não conseguiu me passar confiança daquilo que ela propôs, os argumentos falhos, situações milenares que passam pelos relatos. A personagem Lanore começa bem, só que o mistério que envolve a trama acaba com tanta história pra contrar, muitos capítulos se tornarem desnecessários e que acabam levando a uma resolução quase que diz pra o leitor: – ó, consegui desatar os nós do início.

Tenho que levar em consideração que é o primeiro livro da autora. Não deixou nenhuma super expectativa, só sobre o destino de Luke e Lanore. O envolvimento de ambos, me pareceu inesperado e ao mesmo tempo forçado. Porém, estão em um momento de fuga. O que atiça só um pouquinho a curiosidade do leitor sobre como farão no próximo livro.

Os momentos atuais que o livro apresenta, são os melhores, pois são diretos, embora tenham poucos diálogos, eles funcionam bem. Porém, eles fazaem apenas a liga com o passado. No qual Lanore revela o seu passado para Luke e os motivos que fizeram ela fazer o que fez.

Momento Macchiato

“Ele está pulando de um penhasco para dentro de águas escuras, não pode ver o que espera lá embaixo, mas sabe que não há força no mundo que possa impedi-lo”

Considerações Finais

Não é só pelo fato de eu ter achado a trama mole, pouco atrativa. Não é desculpa para se afastarem do livro. Comigo ele definitivamente não funcionou. Os personagens tirando Dr. Luke, não me cativaram. Talvez o fato de ser uma trilogia tenha me causado essa sensação. Acho que a organização da história em si ficou a desejar. Quanto mais eu leio os livros, mais crítica e acabo me apagando a detalhes mais profundos da construção narrativa. As mudanças bruscas de épocas, personagens e a mescla com os tempos atuais me deixaram incorformada. Sou adepta de tramas que passem em várias épocas, mas não que elas sejam postas ao leitor por mera ocasião.

comentário

  1. Bom, como você disse, não é porque o livro não te agradou que devemos deixar de ler. Eu achei a trama interessante, mas fiquei um pouco balançada pelo que você disse em relação à narrativa. De qualquer forma ele vai continuar na minha lista de leitura! Depois de lê-lo terei minha opinião!!

    Beijusss;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*