Garota Exemplar – Gillian Flynn 

Edição: 1
Editora: Intrinseca
ISBN: 9788580572902
Ano: 2013
Páginas: 446
Tradutor: Alexandre Martins

Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, “Garota Exemplar” alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?

proibido

Introdução

Desde seu lançamento, fiquei curiosa quanto ao conteúdo do livro. Li sinopses, algumas resenhas e que não comprometeram nenhum pouco minha opinião. Pelo contrário, reforçaram ainda mais minhas impressões sobre o livro.

Narrativa

A narrativa de Gillian é cruel. Amy é uma personagem bastante problemática. É um livro que comprova o quanto as aperências iniciais podem ser enganosas. De um rebuscamento de palavras e com frases de impacto.
Garota exemplar é um livro praticamente politicamente incorreto. Pois aos poucos vemos o quanto a crueldade do ser vai a lugares imagináveis. É difícil não separar os personagens a pessoas do cotidiano, pois nos notíciários vemos notícias tão fortes e impactantes quanto.

Nick é um santo, embora tenha cometido alguns erros durante o casamento, não quer dizer que ele tenha de sofrer tanto as custas. É uma narrativa onde não existe santo. Não existe bem e mal. Eles são as duas coisas ao mesmo tempo.

Foi um livro o qual eu tive dificuldade em selecionar a parte favorita. Eu diria que o livro inteiro é bem escrito e digno de ser mencionado.

Diagramação

Extremamente bem pensada e criativa. Capa embora seja simples, mantém o clima do livro. Pra mim, é reflexo da mente de Amy Dunne.

Quote Favorito

Como disse anteriormente, o livro me encantou tanto que foi difícil escolher apenas um. Marquei praticamente o livro todo.

“Meu deus, Nick, por que está sendo tão maravilhoso comigo?”
Ele deveria dizer: Você merece. Eu te amo.
Mas disse:”Porque sinto pena de você.”
“Por quê?”
“Porque toda manhã você tem de acordar e ser você.”” – 443

Considerações Finais

É uma das minhas melhores leituras do ano. Criativa, cruel e bem escrita. Será difícil algum livro superar. Porém, esse ano conta com lançamentos muito bons.

O livro me cativou de tal forma que fiquei otimista quanto as próximas publicações. Que venham bons livros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*