Inverno de Cinzas

Edição: 1
Editora: Novo Século
ISBN: 9788576797630
Ano: 2013
Páginas: 280

No segundo livro da série “Foi Assim que te Amei”, INVERNO DE CINZAS, Helen depara-se com o momento mais crítico da sua vida. Nada diferente do forte Inverno que está sobre o país naquele ano. Tristeza, solidão, ressentimentos, lágrimas e dor, sopram as folhas deixadas pelo Outono de sonhos que Helen viveu, trazendo o frio da estação ao seu interior. O cinza que cobre seus dias a leva para uma profunda depressão. Ela encontra nos amigos, na família e na fé a força para continuar. Ela desabafa seus sentimentos na sua agenda, colocando suas emoções sufocadas pela saudade, como um Inverno sem cores, onde tudo ao seu redor, está completamente frio, cinza e sem vida.

proibido

Introdução

Inverno de Cinzas foi uma das continuações mais aguardadas por mim esse ano. Aproveitei um grande momento quando ele estava custando apenas 9,90 na Saraiva. O livro veio num momento perfeito. E a leitura foi vapt vupt pois a narrativa permite esse ritmo.

Como sabem, o livro Inverno de Cinzas é a continuação do livro Outono dos Sonhos. Adriana propõem um livro muito emocionante. No qual nossa protagonista, Helen Castilho se vê sem saídas. Andrew piora seu estado de saúde e sente que está cometendo um erro terrível ao fazê-la sofrer. Decide ir a São Paulo e terminar o namoro. Porém, Helen sem entender o real motivo de Andrew estar fazendo isso, entra numa profunda depressão. Ao tentar se reerguer, Helen engata um relacionamento com Álex, porém, os antigos amigos de Helen e até a sua própria família não aprova esse novo relacionamento. Aos poucos ele vai se tornando destrutivo.

Narrativa

O modo de escrita pouco muda durante os dois livros. A continuação do livro que Helen e Andrew começam a escrever se desenvolve até a sua conclusão nesse livro (é uma das partes mais emocionantes). Os relatos e sentimento de Helen são tão profundos que o leitor começa a se sentir perdido sem o casal, sem o amor e a cumplicidade deles.

Adriana consegue pegar o leitor pelo emotivo de tal forma que o envolvimento com a trama vai para o modo automático, ou seja, sem qualquer controle da razão. Eu digo isso, pois sou uma pessoa que leva a razão em quase tudo o que penso ou faço. E nesse livro em específico, acabei deixando isso de lado enquanto lia. O leitor sofre, vibra, sofre de novo e vibra novamente. Como se fosse uma montanha russa cheia de obstáculos e sentimentos que vão se fundindo aos personagens.

Richard e Alan nesse livro tem papéis fundamentais durante esse processo de dor da Helen. Embora sejam amigos de Andrew, fazem o possível para que Helen não se sinta mal. Porém, Helen de início não consegue conviver com os mesmos, pois tudo remete a Andrew. Helen fará escolhas erradas, mas terá o apoio dos amigos quando mais precisa. Sarah também tem um papel bastante claro durante o desenvolvimento. A amizade das duas é algo raro.

Diagramação

O livro tem uma diagramação muito além do esperado (me surpreendi, confesso!). Fiquei bastante feliz com o trabalho feito pela editora que às vezes peca tanto na capa quanto na revisão em si. O capricho da capa/orelhas e a diagramação em si fazem com que a leitura flua bem, além do que é explorado durante a trama (é de roer unhas). A revisão foi bastante correta, não encontrei nenhum erro absurdo. A primeira edição do livro também tem sua beleza, mas foi superada pelo segundo livro. A autora já anunciou que na próxima edição a capa de Outono dos Sonhos está tão bonita quanto a desse livro em questão. Ou seja, vale a pena conferir.

Quote favorito

“Setembro chegou e com ele a primavera. Ainda tento soprar de dentro de mim as cinzas que o inverno deixou. As cores ainda não chegaram, porque você não está comigo. Outro dia, um arco-íris pintou o céu; interessante como ele só aparece depois da chuva, e quando o sol desponta ele surge. Desejei que aqui dentro acontecesse o mesmo.” – 137

Considerações Finais

Inverno de Cinzas é um livro bastante melancólico, pois se trata um dos momentos mais difíceis na vida de Helen. Onde ela experimenta da dor de estar longe de quem se ama e muito pior, saber que talvez aquilo nunca mais se vejam. A solidão, depressão e as inconsequências são temas abordados no livro de forma bem ampla e pessoal. Adriana deixa os leitores bastante envolvidos com seus personagens. Sua escrita e dimensão dos personagens são atrativos para que o leitor não consiga mais largar o livro. A série terá mais 2 volumes que já possuem título. O terceiro se chama Primavera de Cores e o quarto Verão de Conquistas. Ou seja, ficar ansioso com a continuação até que ele seja publicado.

Total
1
Shares

comentários

  1. eu sempre quis ler os livros da Adriana Brazil, só leio resenhas positivas sobre. as capas são lindinhas e a sinopse emocionante. pela resenha dá pra ver que a autora continua com a qualidade do primeiro livro e nos mostra uma estória de perdão e aprendizado. vou marcar no meu skoob e ler assim que possível =)

  2. Não tenho dúvidas que o livro é maravilhoso. Outono dos Sonhos é maravilhoso. Li ele em um dia 😮
    Tenho que ler Inverno de Cinzas logo, é um livro de pura emoção, sem dúvidas.

  3. Helena, vai ficar maluca pelo segundo. É incrível.
    Super vale a compra.
    Os nacionais estão me matando de orgulho. ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*