Quando você não pode confiar em suas lembranças, em quem acreditar? A vida de Anna está cercada de segredos. Seu pai trabalha para a Agência e lidera um projeto confidencial: monitorar e coordenar o tratamento de quatro rapazes alterados geneticamente, que vivem no laboratório localizado no porão de sua casa. Nick é formal e taciturno, Cas é alegre e brincalhão, Trev é inteligente e carinhoso, e Sam é o dono do coração de Anna. Por algum motivo, eles perderam a memória e não se lembram de fatos fundamentais que viveram.

Quando a Agência decide que é hora de levá-los, Sam organiza uma fuga, e o pai de Anna a instiga ir com eles. Diante desse estranho acontecimento, e do pedido dele ao jovem para que mantenha a filha longe da organização a qualquer custo, ela começa a questionar tudo o que achava saber sobre si e logo descobre que ela e Sam estão conectados de uma maneira que jamais poderiam imaginar. E, se ambos quiserem sobreviver, deverão juntar as peças que reconstituem seu passado antes que a Agência roube deles o que ainda resta de sua vida.

proibido

Introdução

Anna é uma garota que perdeu a mãe quando era pequena, seu pai trabalha para Agência. Ela passa grande parte da sua vida em um laboratório no porão de sua casa, um lugar um pouco afastado da cidade. Primeiramente, Anna narra as vezes em que desobedeceu o pai e fez visitas noturnas ao laboratório e descobriu que 4 garotos ficavam ali: Sam, Nick, Cas e Trev. Anna nunca questionou os motivos pelo qual mantinham os garotos lá. Aos poucos descobrimos as escapadas de Anna e a paixão platônica por um dos garotos. Em um dia que parecia comum, Connor (o chefe de seu pai) chega com uma equipe. Seu pai ajuda na fuga, Anna irá com os garotos por diversos lugares e lá encontrará diversas perguntas e respostas. Anna está mais ligada a eles do que imaginava. Tudo o que viveu durante todos os anos, é posto em cheque.

Narrativa

Narrado sob os olhos de Anna, a trama de Jennifer é uma mescla de ficção científica, distopia e thriller. Sólida, cheia de bons momentos e muita ação. São vários lugares e várias pistas que são dadas ao longo da narrativa. Não há como o leitor se sentir entediado ou cansado do que acontece. A cada nova descoberta, a curiosidade leva a outro capítulo e quando se já viu, o livro termina e você ainda sente falta do que pode acontecer a eles. A autora conseguiu um feito e tanto em trabalhar vários personagens de personalidades e pensamentos tão distintos. É um ponto positivo e que dá credibilidade durante a leitura. Todos eles são desenvolvidos quase que de forma harmônica. Mais do que um primeiro livro de apresentação (como acontece em muitas trilogias), Amnésia dá um segmento sólido e muito envolvente.

Diagramação

Gostei muito da capa, ela dita claramente o espírito do livro. Uma imagem apagada, como se fosse um flash, ou seja, a simbologia do próprio nome. A diagramação do livro está boa e não encontrei erros de digitação ou gramaticais preocupantes.

Considerações Finais

Amnésia possuí uma trama criativa, voraz e coberta de segredos. Espero e torço pra que Erased responda algumas perguntas que ficaram em aberto nesse livro. Mal posso esperar para continuar lendo sobre esses personagens. Boa escrita misturada com personagens envolventes, não tem segredo. É sucesso.

comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*