5 dicas para estimular a leitura em sala de aula

5 dicas para estimular a leitura em sala de aula

Confira as orientações da Editora Estrela Cultual para poder incentivar ainda mais a leitura dentro das escolas

Muitos educadores têm dúvidas de como incentivar os alunos a lerem, isso porque os nascidos nessa era digital estão se distanciando cada vez mais do hábito da leitura. Diante de todo esse dinamismo proporcionado pela tecnologia, é comum que jovens fiquem cada vez mais impacientes e acreditem que ler possa ser um processo demorado ou até mesmo perda de tempo.

Focada na publicação de livros infantis e infanto-juvenis, em 2018, a Editora Estrela Cultural teve todos os títulos inscritos no Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), do Ministério da Educação (MEC), aprovados, batendo a marca de 500 mil livros adotados. Além disso, o Centro de Ensino do Objetivo indicou “O código de Camões“, de Beto Junqueyra – Publisher da casa editorial –, para as 900 unidades da rede.

Especialista em promover novas experiências de leitura, a Estrela Cultural separou 5 dicas para auxiliar os professores na missão de incentivar de maneira atrativa e prazerosa o hábito de leitura aos alunos:

  • Invista em projetos de leitura: A escola pode promover feiras literárias, arrecadar livros em gincanas, fazer campeonato de leitura ou até mesmo organizar semanas especiais para contar histórias ou fazer leituras coletivas, além de propor que os estudantes escrevam seus próprios contos e poesias. A produção de texto também é uma excelente estratégia para incentivar o gosto pela leitura e pela escrita, e também ajuda a desenvolver o imaginário da criança.
  • Incentive a interatividade: Deixe que cada aluno escolha um livro que lhe agrade e dê um prazo para que leiam. Após passar o tempo da leitura, faça uma aula interativa, monte uma roda da conversa para que cada um conte sua experiência com a obra e fale o que aprendeu com o livro. Assim, um aluno vai incentivando o outro a querer ler novas obras para obter a mesma experiência literária que ele teve.
  • Use a tecnologia em prol da literatura: Muitos ainda vão preferir seus dispositivos eletrônicos, mas não desanime… A tecnologia pode, e vai, ajudar no desenvolvimento do hábito de ler. Nesse meio, existem diversas bibliotecas virtuais, sites de editoras e e-books que disponibilizam obras gratuitas. Tudo isso pode ser um incentivo para que o jovem leia em seu celular, tablet, e-readers ou computadores. A tecnologia sempre traz novas formas de explorar modos de leitura, além de conhecer obras que antes eram inacessíveis. Invista também nas leituras digitais, com essa medida, muitos alunos serão incentivados para a leitura.
  • Promova visitas a bibliotecas: Promova e incentive o contato dos alunos com diversas obras literárias. Leve a turma para a biblioteca da escola, deixe que eles explorem os livros, folheiem os exemplares e escolham de maneira autônoma o que desejam ler. Além disso, lembre-os de que a leitura não precisa se restringir aos muros da escola. Organizar uma visita a bibliotecas municipais pode trazer resultados surpreendentes!
  • Mostre a importância dos livros: É primordial demonstrar a importância da leitura como fonte de informação, imaginação, cultura, vocabulário e valores. Incentive o contato e o respeito pelas obras, aproxime cada vez mais o aluno das histórias fantásticas que cada universo literário carrega. Indique livros que mais se adequa ao perfil do jovem e mostre que um bom livro pode ser um grande amigo para a vida toda.

Conheça o catálogo de livros da Editora Estrela Cultural aqui.

você também pode gostar

deixe seu comentário