Resenhas

Sábado à noite – Babi Dewet

 
 

Introdução

Já faz algum tempo que acompanho o processo do livro na forma independente e a publicação pela Generale. Quando eu ia comprar com a Babi veio a notícia de que ele já tinha uma editora. Fiquei muito feliz pela autora, pois sei como é difícil conseguir uma editora que trabalhe tão bem e que esteja diposta a cuidar com tanto zelo, como foi com a Generale. Foi a primeira publicação que li desde que o Macchiato firmou parceria com a editora e posso adiantar que os livros da mesma são totalmente confiáveis e bem cuidados. São caprichados na capa e tem uma boa diagramação. Babi teve sorte e sei que batalhou muito para que Sábado à noite seja um sucesso.

Autora

Babi Dewet tem 25 anos, mora no Rio de Janeiro, é autora do livro Sábado à Noite, blogueira, formada em Cinema , professora, Galaxy Defender, Jedi, Sonserina , empresária neurótica, amante de séries de TV e filmes bobos americanos.

Narrativa

A narrativa de Babi é bem simplista, embora não tenha grandes complexidades, gosto de como as músicas feitas por Daniel sejam mostradas ao leitor que fica a par da história por 2 vertentes. As dos garotos e a das garotas. Amanda é uma personagem que vai te dar motivos de rir e chorar de raiva, pois ela como uma adolescente, erra e acerta com grande frequência ( na maioria dos momentos erra, principalmente com Daniel). Embora erre tem bons motivos para fazê-lo, a lealdade de Amanda com as amigas é algo digno de ser pensado, ou seja, não creio que na prática muitas amigas estejam dipostas a fazer o que Amanda se submete, ainda mais coisas intensas do coração.

A trama que deixa com um misto de saudosismo e reconhecimento de como o tempo passa rápido. E uma atitude pode desencadear outra, outra e outra. Consequências não tão boas podem acontecer.A trama de Babi encanta por isso, ela não dá uma solução prática. E nem muito menos um final que se espera. A varidade dos assuntos tratados na vida desses personagens que tem em comum uma amizade e uma vivência escolar intensa.

Momento Macchiato

“Com os quatro no palco, prontos. Bruno deu a partida.

Naquela noite você me perguntou
Coisas que achei que você soubesse
Eu queria dizer que
O quanto gosto de você
Nada pode ser medido em palavras
E você me disse então, embaixo do céu estrelado
Que faço sua vida valer a pena
É tudo sobre você

Amanda dançava e sorria enquanto prestava atenção à letra da música. ” – pág 258

Considerações Finais

Cenas interessantes, gostosas de serem lidas, algumas até bem reflexivas. Uma cidade pequena, com praia, adolescentes que dirigem e agora tem como entretenimento os bailes aos sábados na escola.

PS: Confesso que até fiquei com vontade de comer miojo com brócolis só pra saber o quão estranho é essa mistura. KKK

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Aymée Meira
Aymée, mas pode me chamar de Amy. Adora um bom café, filmes (já perdi a conta de quantos vi) e livros dos mais diversos gêneros, incluindo eles Stephen King, Agatha Christie, Joe Hill, Harlan Coben e Tess Gerritsen.

Você também pode gostar

Mais em:Resenhas

1 Comentário

  1. Nunca comi miojo com brócolis, uma dia vou testar KKKK
    Estou querendo esse livro faz um tempinho, realmente a Babi teve sorte, é muito difícil um autor conseguir uma editora. Quero ler *-*

  2. Eu ja comi miojo com brocolis. Minha mãe faz.
    Bem, depois da sua aprovação eu fiquei com vontade de ler mas só pq eu confio no seu “julgamente” pq não tava muito a fim de ler não. hehehe

  3. Que bom que mais uma autora nacional conseguiu um espaço em uma boa Editora. Eu sempre torço por nossos autores.
    Gostei bastante da trama e fiquei com vontade de ler. Gostei da capa também
    @_Dom_Dom

  4. Não conhecia o livro, me encantei.
    Vou comprar. ^^

  5. Oie!
    Fiquei sabendo deste livro quando a autora ainda estava vendendo-o de forma independente, mas naquele momento eu fiquei com aquela coisa de “Compro ou não compro?” e acabei não comprando.
    O livro me parece ser bem fofo, daqueles que têm uma linguagem bem gostosinha e simples de acompanhar, né? Livro feito pra passar um tempinho e relaxar. E isso deu pra perceber na sua resenha, quando você diz que não tem muita complexidade.
    Bjins
    http://www.dicasoutravessuras.blogspot.com

  6. Oie!
    Fiquei sabendo deste livro quando a autora ainda estava vendendo-o de forma independente e na época fiquei com aquela coisa de “Compro ou não compro?” e acabei não comprando, apesar de, num primeiro momento, ter me interessado pelo livro.
    Pelo o que eu já imaginava pela proposta do livro, tem uma linguagem bem simples e gostosinha, né? Livro feito pra gente passar o tempo e relaxar. E isso deu pra ver na sua resenha, quando você diz que não há complexidade.
    Bjins
    http://www.dicasoutravessuras.blogspot.com

  7. miojo com brocolis , eca .. kkkk
    parece legal o livro , fiquei curioso pra ler …

  8. Obrigada pela resenha e pela sua opinião, flor! o/
    Significa muito pra mim que você tenha gostado do livro! E me conta o que achar de miojo com brócolis – eu adoro HAHAHA

  9. Argh, miojo com brócolis??? Só imagino rsrsrs
    Só imagino como é a emoção de conseguir uma editora nesse mercado tão cruel com escritores nacionais! A história parece um amor, mas acredito que não sou o público do livro!

  10. Miojo com brócolis? Nossa, rs. Desde o primeiro momento em que vi este livro, fiquei interessada.. e, gostei muito de sua resenha, Amy! Minha curiosidade apenas aumentou. Beijos.

  11. sempre tive vontade de ler esse, minha namorada vive falando.
    adorei a resenha.
    muito boa, aymée.
    bju

Os comentários estão fechados.