Quem, eu?

Edição: 1
Editora: Belas-Letras
ISBN: 9788581741826
Ano: 2014
Páginas: 240

COMPARTILHAR A DOR NÃO É SOFRÊ-LA NO COLETIVO, É LIVRAR QUEM DELA SOFRE. Durante um ano, um neto largou tudo que tinha – o emprego, a carreira, os estudos – para se dedicar integralmente à avó, diagnosticada com Alzheimer. Convivendo com a divertida, bonachona e, claro, sempre esquecida vovó Nilva, o neto Fernando, um jovem aspirante a filósofo com um talento epistêmico para a comunicação, aprenderá uma lição de vida que doença nenhuma pode apagar. Uma história real que emocionou o Brasil e vai fazer o leitor rir e chorar, mas nunca mais se esquecer dela. Porque o amor não é uma lembrança; é uma regra da alma.

proibido

Introdução

Em Quem Eu? – temos a vida de Nilva Aguzolli ao decorrer de sua vida. Narrada pelo seu neto, com algumas imagens e situações que foram vivenciadas pelos dois, ou até pequenos relatos da vida de Nilva. É um livro sobre como Fernando largou a faculdade para cuidar da sua joia rara. Um livro sobre amor incondicional, amizade e as dificuldades de cuidar e conviver com alguém com Alzheimer.

Narrativa

Permeada de diálogos carregados no bom humor. Fernando lidou com tudo de uma forma bem lúdica e singular. Uma das minhas passagens favoritas é divertídissima. Quando Fernando fica ligando pra avó de 5 em 5 minutos dizendo que passou no vestibular de N’s cursos. E ela comemora todos. A narrativa é cíclica, desde o nascimento de Nilva até concepção da doença. É difícil escrever uma resenha sem soltar grandes spoilers, porém, tudo é tão simples e tão encantador que virar as páginas é uma consequência dessa homenagem.

Diagramação

Conta com várias fotos e a diagramação interna é bem agradável. A Belas Letras caprichou na edição.

Considerações Finais

O livro me tocou no âmago, de modo muito positivo. Perdi a minha avó há 6 anos. É ainda é um buraco que dificilmente irá se recuperar. Lendo a relação de Fernando e Nilva, vi o quão importante é ter essas segundas mães em nossas vidas. Tenho saudades? Tenho. Jamais esquecerei os momentos que vivenciei ao lado dela? Jamais.

Fernando ainda mantém a fanpage que criou para falar de sua avó e dividí-la com o mundo. Agora continua sendo atualizada sobre informações sobre o Alzheimer, palestras e sobre o livro escrito em sua homenagem: Vovó Nilva.