Fangirl

ISBN: 9788542803686
Ano: 2014 / Páginas: 424
Editora: Novo Século

Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real. Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências. Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?

proibido

Introdução

Meu primeiro contato com a escrita de Rainbow Rowell, se deu através de Eleanor & Park em inglês. Foi um dos primeiros livros que li, quando soube da compra pela Novo Século, o desejei em minha lista. Na época da resenha, já fiquei “maluca” pra ler Fangirl, pois fazia um sucesso lá fora e não tinha dúvida que ela tinha acertado no ponto mais uma vez, não me decepcionei.

Em Fangirl, diferentemente de Eleanor & Park, temos uma protagonista mais madura, Cath é irmã gêmea de Wren, ela quando novas, era apaixonadas por uma série de livros e criaram uma fanfic sobre Simon Snow. Wren, parou de escrever e Cath começou a ganhar sucesso até internacional com a sua versão. Ambas estão indo para a mesma faculdade, porém, Wren não faz questão de estar perto de Cath, Wren almeja reputação e uma identidade que não seja apenas ser gêmea de Cath. Ambas tem um drama familiar, a mãe delas as abandonou muito novas e foram criadas pelo pai. O que exploramos em Fangirl? Os extremos e a diferença das personagens lidando com o mundo real e o virtual.

Sobre Rainbow Rowell

Rainbow Rowell é uma autora americana de livros jovens-adultos ou adulto-contemporâneo. Seus livros jovem-adulto Eleanor & Park e Fangirl receberam muita aclamação da crítica em 2013. Ela é casada e tem dois filhos.

Site oficialTwitterFacebook

Capas pelo mundo

22369653 23356642

Narrativa

A narrativa adotada por Rainbow, é em terceira pessoa. Aos finais de cada capítulo temos trechos dos livros do Simon ou a fanfic criada pela Cath. Cath é a gêmea insegura, talentosa, estudiosa e reclusa. Wren, já é fã de bares, baladas e agitação. Personagens secundários são bem desenvolvidos justamente pela escolha da narrativa. O único ponto em que tenho de falar e que não me agradou é que as temáticas e as relações familiares deveriam ter mais profundidade. Porém, com a fanfic e a entrada das personagens em um mundo totalmente desconhecido pelas mesmas, não é algo que recorrentemente se aprofunda.

Diagramação

O trabalho gráfico da Novo Século ficou ótimo. Mantiveram a capa original e harmônica com o Eleanor & Park. Erros de digitação não foram percebidos, ou seja, houve uma boa edição.

Considerações Finais

Nem de longe é o melhor livro da Rainbow. Motivo? Procurava personagens mais peculiares e acabei encontrando alguns que beiram e lidam diretamente com o clichê estadunidense. É um livro de leitura fácil, fluída e gostosa. Se eu aprendi algo ou me encantei por algo diferente? Não. Mas o jeito doce e delicado de Rainbow se faz presente. Um ponto positivo da trama é justamente trabalhar o universo das fanfics por um personagem, até então, não havia lido algum livro que fizesse referência tão direta.

 

comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*