A Noiva Fantasma

ISBN-13: 9788566636277
ISBN-10: 8566636279
Ano: 2015 / Páginas: 360
Idioma: português
Editora: DarkSide® Books
line

1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.
A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo.
Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.
Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea.

Introdução

Esse ano, eu fui pedida em casamento pela Darkside. O presente da editora foi exatamente o livro A Noiva Fantasma (ironias à parte :P), e que presente, viu? Enquanto em casamentos reais, alguns ganham descansos de copo, molheiras… um livro, como não amar? ♥

Em A Noiva Fantasma, Malaia – 1893 – Pan Li Lan, é uma jovem garota que vivia com seu pai e sua Amah. O pai estava falindo e pegou varíola e ficou muito doente e cheio de marcas, tornando-se recluso. Um dia a mãe de Lim Tain Ching, chega com uma proposta muito comum na época, fez uma proposta de casamento com o espírito do filho que havia falecido recentemente, o mesmo, segundo ela, a atormentava para que se casasse com a moça. A prática do casamento fantasma era comum, foi banida e voltou a ser praticada, acredita que o espírito só tem paz quando encontra seu par. Alguns acreditam que todo homem com mais de 12 anos e que morre solteiro, devem ter um “casamento fantasma”. Claro que o pai de Li Lan não recebe isso como algo bom, mas a situação financeira não está das melhores e quase não há escolha e as consequências, ah, as consequências vão se desenvolvendo ao longo da narrativa.

Sobre Yangsze Choo

Yangsze Choo é descendente de malaios. Formou-se na Universidade de Harvard e ocupou vários cargos corporativos antes de escrever seu primeiro romance, A Noiva Fantasma. Yangsze adora comer e ler, e faz as duas coisas ao mesmo tempo com frequência. Ela mora na Califórnia com seu marido e filhos, além de um coelho.

Site oficialfacebooktwitter

Edições estrangeiras

16248223 23300300 17741066 19383473

Narrativa

A narrativa é feita pelo ponto de vista de Li Lan, confesso que de início achava que ter só ponto de vista dela, prejudicaria o todo. Mas a voz que Choo dá a personagem, é apaixonante. Principalmente quando ela fala de Amah e do Sr. Wong, os únicos empregados restantes na residência. As tradições e costumes são tão bem explorados, que fiquei fascinada e muito motivada a pesquisar um pouco mais sobre o assunto. A trama é bem organizada, em nenhum momento me senti perdida em meio aos acontecimentos. Pelo contrário, a cada novo capítulo a vontade de ler mais e mais foi a consequência. O livro tem uma divisão e foi dividido em quatro momentos: Malaia, O Além, A Planície dos Mortos e Malaca. Confesso que já fazia um tempo que livros não me davam arrepios, eu simplesmente me envolvi com cada personagem que aparecia. A trama é tão intensa e sombria, que tive sonhos constantes ambientados no clima do livro e quando acordava, lembrava que o motivo deles estava justamente na leitura que estava fazendo. Loucura, não? Tanto a protagonista, quanto os personagens secundários são bem desenvolvidos. A ambientação é perfeita e não dá margem a outras interpretações.

Diagramação / capa

A Darkside é a editora que mais me faz feliz nesse quesito. Todas, repito, todas as publicações são bem feitas. O design, seja das edições brochura ou capa dura, são sempre cheia de diagramações e ilustrações especiais. Nesse livro em questão, não foi diferente. Tudo muito agradável e num padrão digno de qualquer estante.

Considerações Finais

A Noiva Fantasma, é um livro que me agradou em vários aspectos. Principalmente, por não ter a oportunidade de ler muitos livros de autores orientais. Embora Choo more na Califórnia, muito da cultura oriental, sobretudo chinesa. Recomendo a leitura para quem ter coragem e curiosidade. É preciso ter um pouco dos dois para dar segmento a leitura. Fascinada!