#BGS2019 O que achei da BGS em relação aos anos anteriores

A BGS chegou ao fim e pra fechar com chave de ouro, destaquei os pontos positivos e negativos da feira como um todo, claro, é a minha opinião perante os outros anos que fui na feira.

Estandes

A BGS 12, teve um evolução em quesito das estandes. As marcas ousaram mais tiveram ideias legais e novas, outras não investiram tanto.
Segurança continuou boa, porém ainda teve alguns casos isolados por falta de compreensão de outro lado que seria do transporte.

Novidades

Eles trouxeram bastante coisa “inédita” em relação a equipamentos e alguns jogos também, mas a falta de foco também da avenida indie é complicado acho que sobra espaço no evento e deveria ser uma alameda indie dando mais destaque pra eles assim como foi na BGS 10.

Comida: Aumentaram os valores das comidas e tem que batalhar para achar um lugar bom e barato não é fácil, tendo muita variedade e não sabendo do gosto fica mais complicado, mas na variedade acertaram.

Eventos

Tiveram vários mini eventos dentro da bgs, anúncios e coisas assim que foram bem de última hora que mudaram ou que não tinha como saber o que estava acontecendo na feira toda hora ou às vezes ficava contrastando os horários, seria legal ter uma agenda mais compartilhada ou algo mais pra todo mundo assistir ou participar quando é aberto.

Transporte

Ônibus, Okay. Patinete motorizado dando acesso da feira ao metrô foi uma coisa legal e chegar no evento de outra maneira bacana. Porém não ter uma área de embarque e desembarque de aplicativos, ficando complicado ter acesso fácil aos carros. Estamos em 2019, um evento como BGS poderia ter organizado isso. Pois várias pessoas tiveram que se arriscar indo para longe da porta do evento, longe da segurança e acabaram sendo assaltadas e tudo mais. Esse é o único ponto mais critico do evento por causa da falta de faixa disso custou a segurança de muita gente.

Deixe seu comentário