Por Lugares Incríveis

ISBN: 8565765571
Ano: 2015 / Páginas: 336
Editora: Seguinte

Dois jovens prestes a escolher a morte despertam um no outro a vontade de viver.

Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

proibido

Introdução

Logo que recebi a prova do livro, fiquei bem contente. Pois já havia lido resenhas no exterior sobre o livro e que me atiçaram a curiosidade em lê-lo o quanto antes. Quando soube do lançamento, aguardei um pouco para poder entrar a fundo nesse young adult. E felizmente, não me arrependi. Pelo contrário, talvez tenha sido uma das melhores leituras de 2015. Sim, uma das leituras que conseguiu me cativar de tal forma que provavelmente o sentimento será o mesmo até o fim do ano. Ou seja, é quase 99% de certeza que ele estará entre os melhores do ano.

Em Por Lugares Incríveis, Theodore Finch está no alto da torre do sino do colégio onde estuda. Ele está pensando o quão simples seria se jogar dali e resolver todos seus problemas. Finch fantasia com a morte e tem o costume de pesquisar várias formas de morrer. Motivos pra pensar nisso? Mãe ausente, pai muito agressivo e não tem amigos.  Ele embora seja frágil, sempre lidou bem com o bullying que tem na escola, alguns valentões o chamam de Finch Freak. Ele olha para o lado e encontra Violet na mesma situação, na beira do parapeito. Ela ao contrário dele, é bem popular, mas vive a sombra da morte de sua irmã Eleanor, que sofreu um acidente de carro. Ela tem diversas dificuldades de lidar com a perda da sua melhor amiga e com o sentimento de culpa pelo acidente. É nesse momento que começa a surgir uma amizade que vai encantar até os leitores mais exigentes. Finch salva a vida de Violet, porém, todos no colégio acreditam que ela salvou Finch. Ela não faz esforços pra dizer a verdade. Sendo até entrevistada pelo tal feito. O professor de geografia deles pede um trabalho em duplas sobre pontos turísticos da cidade. E Finch pede para fazer o trabalho com Violet. Juntos, irão se aventurar em pontos que ambos começam a se conhecer e conhecer lugares que nem davam importância.

O livro chega as livrarias no dia 14 de janeiro.

Por Lugares incríveis, vai ser adaptado para o cinema e tem previsão de que saia em 2016 (#torcendo), Elle Fanning fará o papel de Violet Markey no longa.

Sobre Jennifer Niven

Jennifer Niven, mora em Los Angeles. Ela sempre quis ser uma das Panteras, mas sua verdadeira paixão é escrever. Jennifer é publicada por mais de 10 editoras diferentes, o seu livro foi traduzido em 8 idiomas. Sendo eles, português, alemão, O seu primeiro livro (The Ice Master) foi lançado em novembro de 2000 e foi nomeado um dos dez melhores livros de não ficção do ano pela Entertainment Weekly.

Site oficialTwitterFacebookInstagram 

Capas pelo mundo

18460392

Somente a Seguinte, propôs uma capa diferente da produzida pela Knopf/Penguin. O livro foi lançado no dia 6 de janeiro nos EUA. E já tinha várias resenhas calorosas no Goodreads.

Narrativa

Na trama temos capítulos narrados por Violet e outros por Finch. E em poucos capítulos já estamos entregues a pelos um deles ou até mesmo os dois. São fáceis de agradar e cativar, Finch me cativou primeiro (confesso).

Ao desbravar a cidade com Finch e Violet, vamos nos encantando pelos lugares e por suas histórias. Eu confesso que vi Indiana com outros olhos. A cada novo lugar, um novo significado forte é colocado nesse relacionamento. Aos poucos Violet se encanta por Finch, porém, o centro da narrativa não está no romance e sim na relação forte de amizade que vão conquistando com o tempo.

Ao final do livro, a autora comenta os lugares visitados pelos protagonistas e dá um bom panorama ao leitor. Um bônus, sem dúvida.

Diagramação

Como se trata de uma prova de livro, não posso julgar muito essa parte pois não está totalmente definida. Porém, posso dizer que gostei da capa e dos desenhos internos, pois fazem total sentido com a trama e ao mesmo tempo atiçam a curiosidade do leitor.

Playlist de Finch e Violet

A autora, cuidadosa ao extremo, selecionou as playlists segundo os protagonistas do livro e uma playlist do livro (mega fofa ♥). Confesso que amo todas as músicas escolhidas pelo Finch. Com direito a Imagine Dragons ♥, Arcade Fire e R.E.M.

Confira aqui playlist do Finch ♥♥♥♥♥*.

Confira aqui playlist da Violet ♥♥♥.

Confira aqui playlist do livro ♥♥♥♥.

*nível de amor ao ouvir.

Considerações Finais

Meu coração foi dilacerado por Jennifer Niven.

Sabe aquele livro que você fica refletindo por vários motivos e por muito tempo? É esse tipo de livro.

Sabe aquele livro que te deixa sem sono enquanto não o termina? É esse tipo de livro.

Prepare o seus lencinhos, pois é algo que é inevitável ao ler esse tipo livro.

comentários

  1. Nossa!! Eu amei a resenha, amei a premissa, amei a história e amei a capa!! Deve ser um livro incrível .. Já quero!!
    Quando comecei a ler pensei: ‘ok, mas um livro de adolescentes problemáticos que se apaixonam … Blá blá blá’ .. Mas não sei, parece ser bem mais que isso, estou certa?
    Beijos,
    Carol

  2. Fiz a minha compra na pré-venda. Sua resenha tem crédito nisso. Quero conhecer a Violet e o Finch logoooooooooooo
    AMEIIIIIIIIIII

    Beijo,

  3. Olá!

    Não conhecia o livro e, apesar de ter adorado a capa e o título, a trama me pareceu um pouco clichê, muito à lá John Green, autor que não gosto. Mas já que você gostou tanto assim da obra, eu até que daria uma chance a Lugares Incríveis, mas leria sem esperar muita coisa.

    Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*