Liberdade

ISBN-13: 9788501114846
ISBN-10: 8501114847
Ano: 2018 / Páginas: 336
Idioma: português
Editora: Galera Record


Introdução

Em Liberdade, Paige é uma garota incomum, faixa preta em artes marciais e que possui três relacionamentos (um é pouco). Seus pais jornalistas ativistas bastante famosos em pelos direitos humanos, desapareceram quando estavam em uma fronteira inimiga dos EUA. Com todos os sentimentos e principalmente da angústia em não saber onde eles estão ou se estão vivos, ela é encontrada por um agente secreto do governo americano para a missão de encontrar um desertor americano e princiapalmente, ter respostas sobre o desaparecimento dos seus pais.

Foi um livro escolhido às cegas, não havia lido nada sobre e nem tinha expectativas. E ainda bem que não tive a narrativa comprometida desde o início. ADOREI!

Sobre Andrea Portes

Andrea Portes é uma autora americana. Suas publicações incluem: Hick, Bury This, Anatomy of a Misfit (Anatomia de um excluído) e The Fall of Butterflies (O Tempo das Borboletas).

Edições estrangeiras

Liberty: The Spy Who (Kind of) Liked Me 36479169

Narrativa

Narrado em primeira pessoa e no presente, a leitura flui muito bem durante todo o momento. O livro é bastante descritivo e torna a leitura ainda mais fácil de ambientação e caracterização dos personagens. Paige toma toda narrativa justamente por ser uma personagem bem fora do padrão que estamos acostumados. É fácil torcer pelo seu sucesso e principalmente por finalmente saber o que aconteceu com seus pais e se estão ou não vivos (não ia tirar esse gostinho de vocês). A ida de Paige a Rússia como uma espiã disfarçada de estudante, é uma ótima premissa, ela vai se envolvendo em cada enrascada, mas que com esperteza e astúcia, vai garantindo a sua segurança. Um livro que aborda de leve a Máfia e o perigo de se envolver com as pessoas erradas.

Projeto gráfico

Confesso gostar mais da edição da HarperTeen, mas achei a capa bem fofinha (embora não se adeque ao gênero e nem a narrativa). A diagramação é agradável e não comprometeu a leitura.

Considerações finais

Liberdade, foi um livro bem agradável de se ler. Paige é uma univeristária pra lá de especial, seus dotes e sua coragem cativam até o leitor mais exigente. Porém, acho que pecaram na capa do livro, tornando ele muito mais infantil do que jovem adulto.