Amor no Ninho – Maribell Azevedo 

Edição: 1
Editora: Baraúna
ISBN: 9788579233524
Ano: 2011
Páginas: 474
Blog da Autora: Maribell Azevedo
Comprar: R$39.80

E se você fosse escolhida, para ser irmã do amor de sua vida? Num mesmo ninho, podem nascer diferentes tipos de amor. Irmãos por acaso, Marina e Daniel se tornam grandes amigos. O tempo passa e à medida que eles crescem a semente do amor, enraizado em seus corações desde a infância, começa a germinar, desafiando assim as regras impostas por seus pais. Ao tentar viver esse amor, uma inesperada e assustadora previsão, feita por uma humilde anciã, revela que o futuro será traiçoeiro e cheio de armadilhas. Eles estarão preparados, para enfrentar todos os desafios que o destino lhes apresentar? Daniel e Marina uma surpresa, o conflito, um segredo e a oportunidade de viver um “Amor no Ninho”.

proibido

Introdução

Começando pela capa que é a descrição de toda a trama do livro. É bonita e bem reflexiva. Quando estava lendo o livro uma amiga querida, Renata Didgin, me informou que esse livro surgiu de uma fanfic. Então quando ia rolando as ações eu ia falando pra ela e foi bem interessante saber que algumas poucas modificações foram feitas.

Narrativa

Apesar do tamanho do livro a leitura flui rapidamente. É leve e bem objetiva em muitos dos momentos. A temática é um pouco delicada se fosse vista com os olhos de 10 anos atrás. Mas é um assunto bem recorrente e que nos faz o exemplo do Woody Allen (que se apaixonou pela filha adotiva e com quem continua junto). O amor de Marina e Daniel é muito bonito, não tem como não torcer para os dois durante toda a trama. O desfecho me surpreendeu bastante o que contribuiu para dar uma unidade ao livro, pois esse desfecho sempre vem no começo do livro e deixá-lo no final tornou a obra interessante. Eu não contaria aqui pois estragaria a surpresa de quem ainda vai ler. A construção dramática é bem detalhada e possuem momentos que te fazem sentir arrepios, suspiros e agitação. As reações são bem compreensíveis e esperadas. Os personagens secundários não apresentam muitas ações novas. O foco sempre está nos dois e a reação do mundo deles.

Momento Macchiato

– Não me deixe entrar lá – ela repetia sem parar.

– Entrar onde?

– Na caverna – disse, com dificuldade. – Estava perdida numa caverna, tão escura, chamava por você, ouvia sua voz, mas não te encontrava.

– Está tudo bem agora, foi só um pesadelo – disse, esfregando suas costas.

Considerações Finais

Maribell deve ter feito muitas versões dessa estória, mas acredito que no conjunto geral ficou muito bom. É uma trama bem divertida e um pouco melancólica, pois não é fácil tratar de um tema que a sociedade repudia em alguns pontos, principalmente os de mente fechada e religiosos fervorosos.É um livro que te deixa em dúvida mas que quebra o tabu e o preconceito quando é notável que um foi feito para o outro.