Quebra de Confiança

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580410037
Ano: 2011
Páginas: 272
Comprar: R$17,01

No primeiro caso de Myron Bolitar, Harlan Coben nos faz mergulhar na indústria do sexo e nos negócios escusos por trás da contratação de grandes atletas. Este é um momento importante na carreira de Myron Bolitar. Depois de agenciar alguns atletas pouco conhecidos, ele agora é o empresário de Christian Steele, a maior promessa do futebol americano de todos os tempos. Talentoso, bonito, centrado e carismático, tudo indica que o rapaz também poderá arrematar milhões em contratos de publicidade. Mas, ao mesmo tempo que vive o auge na carreira, Christian enfrenta um drama na vida pessoal. Um ano e meio atrás, sua noiva, Kathy Culver, desapareceu subitamente e, exceto pelos fortes indícios de que tenha sofrido uma agressão sexual, a polícia não conseguiu descobrir nada sobre sua última noite no campus da Universidade Reston. Prestes a ser contratado em uma negociação que pode ser a maior de todos os tempos em sua categoria, Christian recebe o exemplar de uma revista que traz a foto de Kathy em um anúncio de disque sexo. Além disso, o caso acaba de ganhar mais um ingrediente de terror: três dias atrás, Adam Culver, pai dela, foi morto em um assalto bastante suspeito. Agora, com a ajuda de Win, seu melhor amigo, Myron tentará impedir que as notícias sobre a ex-noiva de Christian atrapalhem a carreira do rapaz e irá em busca da verdade – doa a quem doer.

proibido

Introdução

Mais um livro sobre um dos personagens que mais me cativa na literatura atual, Myron Bolitar é um personagem que agrada a muitos. Um quê de anti-herói, próximo da graça e “gingado” do Dr. House. Myron é cruel e divertido. Mas no final sempre tudo sai nos conformes de suas exigências. Um personagem que encanta de primeira. Afinal esse livro é sobre o primeiro caso de investigação que ele fez (não, não li na ordem dos livros). Recentemente fiz a resenha do livro Quando Ela Se Foi o qual gostei bastante.

Narrativa

Harlan é incrível, não há o que discutir. Essa trama é gostosa, pois envolve o passado do personagem e o presente. A temática das corjas por meio empresarial dos times de basquete e a ex namorada que tem a irmã desaparecida é bem intrigante. Existem cenas memoráveis, das quais a vontade é rir incontrolavelmente, como quando Myron vai a um bar e pede achocolatado. Ou quando ele é aliciado pela mulher do “reitor” da qual fala que fica hipnotizada pela bunda de Myron e não pelos seus olhos verdes. Ou das cenas de tortura em que Win participa e provoca certos arrepios pela crueldade e pela reação de Myron ao fato (tranquilidade) enquanto Win quebra a perna de um ex-aluno da faculdade. É um livro que tem muitos personagens, alguns pouco importantes e outros necessários para a dissolução do caso. As citações a Woody Allen são mais frequentes, do qual consequentemente Harlan é fã. A trama se passa somente nos EUA, e próximo do convívio do autor, por cidades o qual vive ou passa corriqueiramente o que dá uma veracidade maior para o ambiente. Também não posso deixar de falar que é uma trama que envolve prostituição, portanto não é recomendada para quem odeia ou não gosta do assunto, mas é vista de modo brando e divertido.

Momento Macchiato

‘- Eu dou gargalhada na cara da morte. Bom, talvez não gargalhada. É mais um risinho. Um risinho silencioso.’- pág 101

Considerações Finais

É difícil falar sobre autores que você admira e se inspira. Atualmente é mais fácil criticar algo do que dizer as qualidades, então me detive a falar somente do livro em si. Mas acho que pude esboçar um pouco do que a trama apresenta e da qualidade textual de Harlan, ele é um dos meus favoritos atualmente e pretendo ler todos os livros do autor. É um pecado se você ainda não leu nenhum livro do autor. Pois as estórias são incríveis e te envolvem de uma maneira que você passa noites em claro até terminar o livro.