A Escolha – Nicholas Sparks 

A Escolha

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788563219299
Ano: 2012
Páginas: 303

Travis Parker possui tudo o que um homem poderia ter: a profissão que desejava, amigos leais, e uma linda casa beira-mar na pequena cidade de Beaufort, Carolina do Norte. Com uma vida boa, seus relacionamentos amorosos são apenas passageiros e para ele, isso é o suficiente. Até o dia em que sua nova vizinha, Gabby, aparece na porta. Apesar de suas tentativas de ser gentil, a ruiva atraente parece ter raiva dele. Ainda sim, Travis não consegue evitar se engraçar com Gabby e seus esforços persistentes o levam a uma jornada que ninguém poderia prever. Abrangendo os anos agitados do primeiro amor, casamento e família, A Escolha nos faz confrontar a questão mais cruel de todas: Até onde você iria manter o amor de sua vida?

proibido

Introdução

A escolha foi uma das minhas recentes leituras físicas. Após ler Um Homem de Sorte, confesso que achei que Nicholas Sparks ia se definhar e cair no meu esquecimento. Porém, em 2012 ele publicou o livro A Escolha pela editora Novo Conceito. E confesso, o livro me agradou bastante. Ele parou de fazer com seus leitores sofram noites a fio pela perda de um personagem que cativa bastante.

Narrativa

A Escolha é o livro que conta a história de Travis e Gabby, vizinhos que acabam se conhecendo, desenvolvendo uma amizada através da gravidez do cachorra de Gabby. Passeios, eventos e cenas frufrus, o inevitável acontecem. A paixão fala mais forte e Gabby se envolve com o solteirão.

O livro é dividido em 2 partes. A primeira é o desenvolvimento deles como casal. A segunda é permeada pela vida deles como casal. O livro lida com questões bem particulares. Aos poucos os personagens cativam e tomam grande importância.

A irmã de Travis tem boas cenas incutidas na trama, o jeito dela é cativante e se sobressai de Gabby, uma mulher comum, certinha e caseira. Ela serve como um contraste bastante interessante pra trama.

Leve, pouco densa e bastante fluída, a trama de A Escolha é uma ótima pedida para quem gosta de narrativas menos detalhistas e aceleradas.

Quote favorito

“Ao entrar no carro, percebeu que estava pensando em Gabby, imaginando se ela já havia praticado surfe ou snowboarding. Não parecia provável, mas, ao mesmo tempo, ele tinha a estranha sensação de que, ao contrário da maioria de suas ex-namoradas, ela talvez gostasse daquele tipo de esporte, se tivesse a oportunidade. Ele não sabia exatamente por que e, ao dar partida no motor, tentou afastar aquele pensamento, fazendo o melhor que podia para se convencer de que aquilo não importava. Exceto pelo fato de que, por algum motivo, aquilo tinha toda a importância. – pág 67

Considerações Finais

Acabei me rendendo novamente a Nick Sparks, uma trama leve e profunda sobre a esperança e o amor de um casal apaixonado.