A Filha do Norte

ISBN-13: 9788542807639
ISBN-10: 8542807634
Ano: 2015 / Páginas: 496
Idioma: português
Editora: Novo Século

Introdução

Em A Filha do Norte, Michelle vai a floresta e magicamente desaparece. Elza e Meredith procuram a garota e ficam preocupadas com o paradeiro delam. A menina sai em busca de ajuda, mas avisa uma mansão antiga. Michelle entra no local e é recebida por uma governanta. Em pouco tempo, Michelle descobre que a mansão é dos irmãos Vergamini. Os seus instintos dizem que ela está em perigo e que os irmãos podem não ser tão bons quanto ela imagina. E aquelas que acolheram, Elza e Meredith farão o possível para salvá-la. Michelle é praticamente sentenciada a viver o resto da sua vida com os irmãos Vergamini.

Fazia um bom tempo que não lia histórias de bruxas e um universo tão bem ambientado. É o segundo livro nacional que leio sobre o tema e esse, tenho que dizer, ganhou meu coração.

Sobre Luisa Soresini

Meio capixaba, meio mineira, Luisa Soresini Ramalho Diláscio viveu grande parte de sua vida perto do mar, na sua terra natal, Vitória, e passou os últimos quatro anos em Minas Gerais. Ocupa a maior parte de seu tempo como desenhista, poetisa e romancista; o resto ela divide com o trabalho como professora, com a irmã e com seus gatos. Formada em Letras, sempre gostou de ler e escrever, mas em vez de deixar as histórias engavetadas, resolveu trazê-las a público neste seu primeiro livro, A filha do Norte.

Narrativa

O livro não é dividido por capítulo nem fases, mas é contínuo e bastante fluído. A trama se passa em Mafaldi e logo no começo do livro sabemos como Michelle chegou até Elza e Meredith, bem como o quanto a jovem era querida e sabia fazer multi tarefas muito bem, sendo muito querida por todos e muito notada pela pequena cidade. A narrativa é em primeira pessoa e é contada por vários personagens, confesso que em alguns momentos não entendia de início quem era quem, mas aos poucos fui entregue a narrativa e a proposta da autora.

Como se trata do primeiro volume, algumas coisas ficam para serem resolvidas num próximo livro, mas confesso que fiquei bastante entretida com tudo o que acontecia com os personagens. Todos os personagens são bem desenvolvidos e caracterizados, o que torna a obra cheia de novos personagens ao leitor. Eu me encantei por vários, mas Michelle se destacou bastante durante a trama, algo que não costumo gostar quando leio um livro são os protagonistas, mas nesse caso, ela ganhou minha atenção.

Capa e diagramação

Gostei bastante da capa do livro, embora simples, a sinopse me fisgou e me deu aquela forcinha para querer lê-lo o quanto antes. A edição está muito boa.

Considerações finais

A Filha do Norte, é um livro completo, divertido, intrigante, uma aventura. Eu comecei a ler sem expectativas e quando notei, estava entregue a todo enredo. Os personagens são complexos e bem detalhados, bem como os ambientes da narrativa. Não deixou a desejar em nenhum quesito. Uma boa estreia. Espero poder ler mais livros de Luisa em breve, pois talento, eu pude perceber que ela tem de sobra.