A lista

ISBN-13: 9788582175194
ISBN-10: 8582175191
Ano: 2014 / Páginas: 80
Idioma: português
Editora: Autêntica

Introdução

Em A Lista, temos um monólogo de uma mulher angustiada pela culpa. Ela conta como os acontecimentos anteriores a morte da sua única vizinha, Caroline. Essa mulher, infelizmente tem uma vida muito atarefada e se sente culpada por não ter notado e realmente prestado atenção na amiga. Um livro bem diferente do que estou acostumada, repleto de versos que fazem parte de uma vida cheia de tarefas.

A lista é originalmente uma peça de teatro.

Sobre Jennifer Tremblay

Nasceu em 1973, em Forestville, Canadá. Em 1990, publicou a coletânea de poesias Histoires de Foudre. Cinco anos depois, concluiu seus estudos em Escrita Criativa na Université du Québec à Montréal e publicou contos em várias revistas. Em 2004, fundou Les Éditions de la Bagnole com Martin Larocque e, posteriormente, publicou o romance Tout ce qui brille, bem como diversos livros infantis. Em 2008, Jennifer recebeu o Governor General’s Literary Award para o teatro e, dois anos depois, o Prix Michel-Tremblay de melhor peça da temporada 2010, ambos por A Lista, produzida no Théâtre d’Aujourd’hui, em Montreal. Esta peça foi traduzida para vários idiomas e encenada em palcos de todo o mundo. Em 2011, Jennifer Tremblay publicou Le Carrousel, a sequência de A Lista, e, em 2014, La Délivrance, último livro da trilogia.

Edições estrangeiras

La liste 13592200

Narrativa

A graça do livro é justamente a construção da narrativa. É dividida em 7 atos: Expiração, Opressão, Dispneia, Síncope, Asfixia, Sufocação e Inspiração. Em meio a listas, comentários e memórias. A vida cuidando de crianças, do lar e do marido… uma cidade pequena, sem muitos alardes… a lista dessa personagem serve de reflexão para o que estamos fazendo com a nossa própria vida.

É um livro que mesmo que em poucas páginas e sem o nome da personagem que o escreve, consegue cativar e envolver o leitor de uma forma única. A negligência é algo sério e ao mesmo tempo cruel, pois de alguma forma, se volta contra você. A protagonista sente culpa e pesar. E ao mesmo tempo, em meio as listas, temos ideia do quão pode ser difícil cuidar dos filhos e do lar, quantas coisas são precisas pra dar unidade e conforto. O quanto essa mulher foi dedicada a sua família e ao bem dela.

Capa e diagramação

A capa do livro é maravilhosa, a edição… impecável. A diagramação é agradável e a leitura não foi prejudicada, a revisão foi bem feita.

Considerações finais

A lista, é um livro curtinho que promove uma reflexão de horas e horas. Delicado, melancólico, maduro, apurado e engenhoso.

Espero poder ler outros livros da autora, principalmente seus dois romances: Tout ce qui brille Blues nègre dans une chambre rose.