A Lua de Mel

Edição: 1
Editora: Record
ISBN: 9788501101327
Ano: 2013
Páginas: 496
Tradutor: Regiane Winarski

Ao se dar conta de que o namorado nunca vai pedir sua mão em casamento, Lottie toma uma decisão. Termina o compromisso com ele e diz o tão sonhado sim a Ben, uma antiga paixão, com quem ela havia prometido se casar se ambos ainda estivessem solteiros aos 30 anos. Os dois então resolvem pular o namoro e ir direto para uma cerimônia simples e seguir para a lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde eles se conheceram. Mas Fliss, a irmã mais velha da noiva, acha que Lottie enlouqueceu. Já Lorcan, que trabalha na empresa de Ben, teme que o casamento destrua a carreira do amigo. Fliss e Lorcan então elaboram um plano para sabotar a noite de núpcias do casal e impedir que os noivos cometam o maior erro de suas vidas.

proibido

Introdução

Em A Lua de Mel temos Lottie como protagonista. O seu sonho é se casar. Já está com seus 30 e poucos e o seu sonho ainda não foi realizado. Ela namora Richard e o clima está totalmente tenso pois ela pensa que ele a pedirá em casamento. Porém não é o que acontece. Depois do terrível engano, Richard vai viajar e Lottie encontra um ex-namorado no qual havia feito uma promessa que quando chegasse aos 30 e não tivessem casado, se casariam.

Por enquanto, esse é o meu livro favorito da autora. Divertido, questionador e com ótimos personagens (tanto os principais, quanto os os secundários).

Narrativa

Kinsella, traz uma narrativa divertidíssima sobre casamento. Lottie é uma sonhadora, namora o Richard há 3 anos e sonha com casamento. Depois do desastre do mal entendido, ela reencontra Ben. O que ficou um pouco estranho e engraçado é que ambos toparam prontamente casar. Quem não fica nada feliz com a notícia é Fliss (irmã mais velha de Lottie) e o amigo de Ben (pois estão tomando conta da empresa do pai de Ben e é uma péssima hora pra ele pensar em se casar). Ambos faram o possível para que esse casamento não aconteça. A parte mais engraçada é quando envolvem o gerente do hotel da Lua de Mel para impedir que consumam esse casamento. As situações onde os personagens são inseridos é extremamente engraçada. Foi um dos livros com o qual mais ri e olha que tenho certa dificuldade em achar humor em comédias românticas. O livro só dá muito certo, pois Fliss é hilária. Com certeza é a personagem que rouba a cena. Além do fato dela estar enfrentando um divórcio, ela não quer que a irmã sofra como ela. Ou seja, acaba se metendo onde não é chamada.

Diagramação

As capas são um padrão da editora nos livros da autora, fazem harmonia entre si. Gosto muito dessa capa pois reflete bem a situação em que a protagonista se encontra.

Considerações Finais

A Lua de Mel é um livro perfeitamente adaptável ao cinema. A escrita de Kinsella proporciona imagens e cenas hilárias. Com certeza é um livro fantástico pra se ler descontraidamente. Se ainda não leu nada da autora, eu recomendaria a leitura desse. Pois, não deixa nada a desejar.