direitosatena_review

A Marca de Atena – Rick Riordan – Heróis do Olimpo (Livro 3)

Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580573107
Ano: 2013
Páginas: 480
Tradutor: Raquel Zampil

Annabeth está apavorada. Justo quando ela está prestes a reencontrar Percy – após seis meses afastados por culpa de Hera -, o Acampamento Júpiter parece estar se preparando para o combate. A bordo do Argo II com os amigos Jason, Piper e Leo, ela não pode culpar os semideuses romanos por pensarem que o navio é uma arma de guerra grega: afinal, com um dragão de bronze fumegante como figura de proa, a fantástica criação de Leo não parece mesmo nada amigável. Annabeth só pode torcer para que os romanos vejam seu pretor Jason na embarcação e compreendam que os visitantes do Acampamento Meio-Sangue estão ali em missão de paz.Os problemas de Annabeth não param por aí – ela carrega no bolso um presente da mãe, que veio acompanhado de uma ordem intimidadora: Siga a Marca de Atena. Vingue-me. A guerreira já carrega nas costas o peso da profecia que mandará sete semideuses em busca das Portas da Morte. O que mais Atena poderia querer dela?
O maior medo de Annabeth, no entanto, é que Percy tenha mudado. E se ele já estiver habituado demais aos costumes romanos? Será que ainda precisará dos velhos amigos? Como filha da deusa da guerra e da sabedoria, Annabeth sabe que nasceu para liderar; no entanto, também sabe que nunca mais vai querer viver sem o Cabeça de Alga.

Introdução

Sempre serei suspeita ao falar de um livro de Rick Riordan. Felizmente ele conseguiu fazer em vida algo que poucos conseguirão em suas vidas. Além de incentivar vários novos leitores e cativar os leitores mais exigentes, ele motiva a todos a conhecer e procurar saber mais sobre as lendas e mitos, tanto gregos como romanos. Prestes a segunda adaptação para o cinema dos livros do mesmo, A Marca de Atena veio em ótimo momento. Rick Riordan é um dos autores que fidelizam os leitores, ou seja, sempre que lança um novo, novos leitores o conhecem e os antigos ficam ansiosos para ler e dar continuidade em suas histórias.

Narrativa

A narrativa diferente das anteriores da série: quase que “prioriza” o relacionamento do casal Percy Jackson e Annabeth Chase. A inteligência e astúcia de Annabeth é bastante desenvolvida no final do livro e faz com que os leitores se surpreendam com a personagem.

Tudo começa com a viagem a bordo do Argo II, construído por Leo indo para o acampamento Júpiter (onde os semideuses romanos habitam). Percy rouba a cena quando tira sarro de Octavian e há outros acontecimentos que fazem com que o leitor seja imerso na narrativa logo nos primeiros capítulos. Leo ganha destaque quando provoca Narciso, continua bastante divertido e desengonçado, ou seja, continuará cativando o leitor com o melhor dele.

Em A Marca de Atena, Percy, Annabeth, Leo e Piper são protagonistas (o ladro grego da profecia dos 7), porém, quem mais atinge e tem o clímax é Annabeth. Do início da série, sofri bastante antipatia pela mesma, mas nesse livro, foi definitivamente a personagem que mais me comoveu e que provavelmente vai comover vocês também. O lado romano – protagonizado por Hazel, Frank e Jason – também não fica de fora. Porém, não tem capítulos desenvolvidos por eles, apenas fazem parte da narrativa e são um tanto quanto importantes pra evolução da mesma. Embora trabalhem de modo antagonista, nesse livro, terão de trabalhar juntos para descobrir pistas para descobrir onde fica as portas da Morte, resgatar Nico (irmão de Hazel) e Annabeth que deve seguir A Marca de Atena, uma missão dada pela sua mãe para assim, resolver um conflito de eras e isso não vai ser nada fácil.

Questões importantes não são esclarecidas, um final arrebatador e um pouco cruel faz com que vários leitores se oponham. Mas confio na inteligência de Rick e sei que tudo terá um motivo.

A grande expectativa é que na continuação os protagonistas provavelmente serão os romanos. Algo bastante inusitado, já que a série sempre foi protagonizada pelo lado grego. Ou seja, é um livro que faz o leitor ficar maluco por uma continuação.

Quote favorito

“- Isso mesmo! – disse ele. – Time Leo arrasa!

– Time Leo arrasa! – gritou Eco.

Ela havia se misturado às ninfas, e por ser tão difícil de ver, elas pareceram pensar que a voz vinha de uma delas.

– Ah, meu deus, eu sou tão incrível! – berrou Leo.

– Tão incrível! – gritou Eco de volta.

– Ele é engraçado – aventurou-se uma ninfa.

– E gatinho, de um jeito magricela – disse outra.

– Magricela? – perguntou Leo. – Gata, eu inventei o estilo magricela. Magricela é o novo gostoso para dedéu. Em termos de magricela, eu sou o maioral. Narciso? Ele é tão perdedor que nem o Mundo Inferior quis saber dele. Nem as fantasmas quiseram sair com ele.” – 81

Considerações Finais

Eu tinha um favorito. Porém esse me pegou desprevenida. Rick Riordan nesse terceiro volume da série consegue o ineditismo. A Marca de Atena é um livro ímpar na carreira do autor. Pois, consegue deixar o leitor ainda mais nervoso no final do livro. Provoca uma série de sentimentos e momentos de pura ação e emoção. Um livro super dinâmico e que fazem os leitores ficarem com os cabelos de em pé pela continuação. Que A Casa de Hades chegue logo.