Apegados – Amir Levine, Rachel S.F. Heller

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581631967
Ano: 2013
Páginas: 304
Tradutor: Marcos Maffei Jordan

Cada vez mais fazemos uso da pesquisa científica para conquistar melhor qualidade de vida. Sabemos o que devemos ou não comer, conhecemos o tipo de exercício que devemos praticar e por quanto tempo devemos fazê-lo, aprendemos alternativas viáveis para conquistar o sono revigorante… No entanto, nossos relacionamentos amorosos, parte importante de nossa vida, não parecem tão avaliados e estudados. Geralmente temos a sensação de que essa coisa de amor é um assunto da sorte.

Mas será possível que a ciência explique por que algumas relações são produtivas e enriquecedoras, enquanto outras nos deixam perturbados e alienados? Pode a ciência explicar como muitos criam vínculos amáveis sem esforço algum, enquanto outros têm que lutar tanto pelo amor? Para o psiquiatra Amir Levine e a psicóloga Rachel Heller, a resposta é um evidente “sim”.

Em “Apegados” — livro baseado nas pesquisas da Teoria do Apego, de John Bowlby —, os autores revelam como compreender os mecanismos de afeição que se criam entre os adultos, o que certamente nos ajudará a encontrar e a manter o amor. Seja você do tipo “ansioso”, “seguro” ou “evitante”, Levine e Heller se encarregam de oferecer instrumentos suficientes para que você possa construir relações mais fortes e reparadoras com as pessoas que ama.

proibido

Introdução

Um livro que caiu em minhas mãos numa boa hora. Sempre procurei algo relacionado ao tema. É importante vermos de uma forma mais profissional em como lidar com os relacionamentos. Sejam eles amorosos ou não. Pois acho que a regra não só se aplica a isso, mesmo que o tema seja esse.

É um livro que vai ajudar a racionalizar e intelectualizar suas percepções. Não o vi como um livro de auto-ajuda e sim um livro que discute relacionamentos com casos verídicos e soluções que fazem repensar com quem você está e como lidar com elas. Há varios exemplos de pacientes e vários tipos de comportamentos. É aquele momento exato de rever o que se está fazendo e como melhorar e ser alguém mais agradável sem perder as suas características.

Narrativa

A narrativa é bem convidativa, pois expõe casos e situações do cotidiano. O livro discorre a certa do apego emocional em que todos temos. Os tipos podem ser: Apego ansioso, apego seguro e apego evitante. Cada um tem sua importância e sua eficiência e por consequência a sua desvantagem. Existem alguns testes a serem feitos. É um livro que vai te ajudar a racionalizar ainda mais o que acontece com quem você se relaciona. Por exemplo, uma pessoa com apego ansioso provavelmente sofrerá muito com uma pessoa com apego evitante. É um relacionamento conflituoso. Um quer estar junto e perto sempre e o outro corre e não quer se apegar a outra pessoa. O livro dá soluções e identificações práticas.

Diagramação

Simples e objetiva. Gosto bastante da capa pois é bastante chamativa e com uma frase de efeito que atiça a curiosidade.

Considerações Finais

É um ótimo livro pra quem está disposto a identificar e conhecer os relacionamentos mais profundamente.