#bgs2019 – O que encontramos na Área Indie

Hoje o dia foi com o foco em conhecer as novidades dos idealizadores do mercado brasileiro. A área indie da BGS este ano ficou bem menor do que nos últimos anos. Acredito que isso se deve ao preço dos estandes, mas encontramos vários jogos bem interessantes no meio do processo. Vários ainda estão em desenvolvimento e com previsão de chegada ao mercado no próximo ano. No geral, os estúdios tem em média 10 pessoas no projeto de cada game. Alguns com incentivos de editais, outros com projetos independentes.


Out of Space – Behold

É um jogo multiplayer cooperativo (podendo ser jogado por até 4 jogadores ao mesmo tempo), sobre como é morar em uma casa no espaço. No jogo, terá de lidar com afazeres comuns e lidar com uma infestação alienígena mortal. Os gráficos desse jogo foram um diferencial, é um dos poucos que já está disponível na Steam.


Rescue – The Infection – Yang Studios

Logo Rescue

Com a tecnologia avançada e o aumento significativo da população, o excesso trouxe diversos problemas sociais, como a escassez de recursos naturais. Para resolver alguns problemas, foram criadas ilhas artificiais para habitação humana. Algum tempo depois, uma dessas ilhas, surgiu um tipo novo de vegetação que até o momento, nunca tinha sido vista. O governo decide enviar uma equipe de cientistas para pesquisar. Por algum motivo, essa equipe perde o contato e uma equipe de busca é enviada para investigar o que aconteceu com esses cientistas. A versão demo apresentada na BGS, é um tira gosto do que o jogo propõe. Confesso que fiquei bem interessada com a premissa e o que irá acontecer no jogo todo. Uma mistura de terror, ficção científica e mistério. Tem tudo pra agradar. 


Eternal Hope – Double Hit Games

Ti’bi é um garoto viajará entre dois mundos em busca da alma de sua amada, tentando encontrar uma maneira de trazê-la de volta à vida. Embarque em uma jornada de amor e esperança e descubra maneiras inteligentes de superar obstáculos em seu caminho. Eternal Hope é um game inspirado no jogo Limbo (Playdead) O jogo tem previsão de ser comercializado no primeiro semestre de 2020.


What the duck – Seize Studios


É um jogo de RPG de aventura, criado em 3D, sobre um mundo onde as pessoas podem convocar seus animais espirituais para lugar. Illy, é um jovem de 23 anos que tem um pato como seu animal espiritual.  Uma jornada onde será preciso lutar, criar e explorar. O game tem uma trama bem diferente do convencional, inspirado em Zelda, a jogabilidade é bem interessante. What the duck tem pontencial e pode agradar várias idades.

Deixe seu comentário