Bruxa da Noite

ISBN-13: 9788580413847
ISBN-10: 8580413842
Ano: 2015 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Arqueiro

De uma das autoras mais queridas do mundo chega uma trilogia sobre a terra a que nos conectamos, a família que guardamos no coração e as pessoas que desejamos amar…

Com pais indiferentes, Iona Sheehan cresceu ansiando por carinho e aceitação. Com a avó materna, descobriu onde encontrar as duas coisas: numa terra de florestas exuberantes, lagos deslumbrantes e lendas centenárias – a Irlanda.

Mais precisamente no Condado de Mayo, onde o sangue e a magia de seus ancestrais atravessam gerações – e onde seu destino a espera.Iona chega à Irlanda sem nada além das orientações da avó, um otimismo sem fim e um talento inato para lidar com cavalos. Perto do encantador castelo onde ficará hospedada por uma semana, encontra a casa de seus primos Branna e Connor O’Dwyer, que a recebem de braços abertos em sua vida e em seu lar.
Quando arruma emprego nos estábulos locais, Iona conhece o dono do lugar, Boyle McGrath. Uma mistura de caubói, pirata e cavaleiro tribal, ele reúne três de suas maiores fantasias num único pacote.

Iona logo percebe que ali pode construir seu lar e ter a vida que sempre quis, mesmo que isso implique se apaixonar perdidamente pelo chefe. Mas as coisas não são tão perfeitas quanto parecem. Um antigo demônio que há muitos séculos ronda a família de Iona precisa ser derrotado.

Introdução

Finalmente, posso dizer que passei do drama: eu nunca li Nora Roberts. Sim, essa é a primeira leitura que faço de um livro da autora. E posso dizer, que comecei muito bem.

Em Bruxa de Noite, Iona Sheehan, é uma americana que se muda para a Irlanda com um desejo bastante comum: quer saber mais sobre suas origens. Além disso, ela pouco sabe sobre o seu dom, mas quer entrar em contato com a magia ancestral celta da qual correm em suas veias. O pouco que sabe, foi contado por sua avó Mary. Sua mãe, renegou o legado familiar e a criou de forma indiferente a isso. Acolhida pelos primos, ela encontra um emprego fazendo algo que adora (nos estábulos da cidade) e também irá viver o seu romance. Mas nem tudo são flores, há um mal que resiste há muitos anos na família O’Dwyer, um mal que precisa ser eliminado o quanto antes. Iona tem de se unir aos primos para enfrentar o bruxo, Cabhan. Batalha iniciada por sua ancestral, Sorcha, também conhecida como a Bruxa da Noite.

Bruxa da noite é o primeiro livro da trilogia dos Primos O’Dwyer.

Sobre Nora Roberts

Eleanor Marie Robertson nasceu em 10 de outubro de 1950 em Silver Spring no estado de Maryland nos EUA. Nora Roberts é uma simplificação do seu nome de batismo. Começou a escrever em fevereiro de 1978 quando ficou presa com seus filhos em uma nevasca. Ela escreveu sob psedônimos como Sarah Hardesty, Jill March e J.D. Robb ( que vêm das iniciais de seus filhos e seu sobrenome). É uma autora de best-sellers românticos e foi a primeira mulher a figurar na Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos (Romance Writers of America Hall of Fame).

Edições Estrangeiras

24943396 21950254 22085296 22601104 18938772 21480161

Narrativa/Personagens

A narrativa é conduzida em terceira pessoa, o que faz com que todos os personagens sejam desenvolvidos sem uma prévia sentimento de algum personagem. A junção de magia, amor, amizade e busca de origens foi bem formulada, aos poucos já estava entregue a narrativa. A magia não é desenvolvida de modo imparcial ou razo, pelo contrário, a autora dá bastante ênfase a isso.

Os primeiros capítulos, contam sobre Sorcha e sobre sua batalha em 1263. Sendo assim, somos levados a 2013 onde os primos terão que unir forças para dar um basta.

A trama não só se baseia nos primos, pelo contrário, o grupo para tentar acabar com o mal que assombra a família. Sendo eles: Iona, seus 2 primos e 3 amigos de infância deles. O romance entre Iona e Boyle, não é nem de longe o foco da narrativa (obrigada, Nora!). Branna e Connor são personagens bem distintos. Meara e Fin (gente, essa mulher sabe dar bons nomes aos personagens), são os amigos de infância e vemos que temos um bom núcleo. Branna e Fin tem um romance mal resolvido, enquanto Meara e Connor, estão começando a entender que aquilo pode ser mais do que amizade.

Ao que tudo indica, a luta contra Cabhan se extenderá por mais um ou até o último livro. Bem como as relações dos personagens irão se desenvolver de modo mais enfático.

Deixei por último para falar de Boyle McGrath, bom, o que falar de um caubói, pirata e cavaleiro tribal? A autora literalmente lacrou com as denominações. Meninas, esse personagem com certeza, arrancará suspiros.

Diagramação Capa

Gostei bastante da capa do livro, ela trás elementos importantes da trama. O cavalo principalmente. A diagramação interna é um padrão da editora, bastante confortável. Não foram encontrados erros que comprometam em algum momento o entendimento da narrativa.

Considerações Finais

Bruxa da Noite foi um bom começo pra mim. Eu adoro histórias que abordem o fantástico, a trama se passa na Irlanda, um dos países que mais tenho vontade de algum dia morar. Os persogens em suma são intrigantes e a descrição dos acontecimentos flui de modo natural. É uma trilogia que lerei com muito gosto. Para quem ainda não leu nenhum livro da Nora, o recomendo. Pois fiquei bastante curiosa para continuar lendo mais livros dela.